Funcionários de UPA recebem treinamento

Equipe da Unidade de Pronto-Atendimento do Ana Jacinta iniciou preparativos para atendimentos no local, que começam semana que vem

PRUDENTE - Bruno Saia

Data 03/05/2016
Horário 08:42
Os cerca de 80 funcionários e colaboradores da UPA (Unidade de Pronto-Atendimento), que será inaugurada no bairro Ana Jacinta, em Presidente Prudente, começaram os treinamentos e os preparativos para iniciar os trabalhos no local a partir da próxima semana. "Todos os envolvidos de alguma forma nos atendimentos estão participando da capacitação, desde as áreas de enfermagem, administrativas, limpeza e serviços gerais", explica Marco Aurélio Lúcio, coordenador da Central de Ambulâncias, que atende os chamados pelo 192. As atividades de preparação na unidade seguem até sexta-feira.

"O serviço é muito complexo e nem todos trabalhavam no setor de saúde ou no atendimento de emergências e, por isso, é importante saber como é a dinâmica, o fluxo da empresa, para que todos possam auxiliar desde a chegada dos pacientes e saber como reagir de acordo com cada situação", explica Juliana Russi Garcia, diretora do Ciop (Conselho Intermunicipal do Oeste Paulista), que será responsável pela administração da unidade.

Jornal O Imparcial Emanuele simulou vítima

Ontem, foram realizadas simulação de parada cardiorrespiratória e também de atendimento a paciente com trauma grave e fratura exposta e, hoje de manhã, está previsto um trabalho envolvendo situações de suporte de vida básico e avançado. "As simulações são realizadas nos casos de pacientes trazidos por ambulâncias ou trazidos por amigos ou familiares e, quem ganha é a população, que terá um atendimento melhor e funcionários mais bem preparados", ressalta Marco Aurélio. "A recepcionista, por exemplo, é quem muitas vezes tem o primeiro contato com o paciente e pode ajudar muito o trabalho dos médicos e enfermeiras", completa a diretora do Ciop.

A equipe da residência multiprofissional da área de saúde da Unoeste (Universidade do Oeste Paulista) também auxiliou na capacitação dos profissionais da UPA. "Eu trabalho com um projeto com simulações para professores e alunos, mas é a primeira vez que farei para tanta gente", conta a aluna do 7º termo de Enfermagem, Emanuele de Oliveira Santos, 21 anos, que fez o papel de vítima de trauma com fratura exposta durante a simulação.

"É tudo muito novo e será muito importante, pois todos estamos começando o trabalho juntos, sem vícios", diz a farmacêutica Karla Zampoli, 40 anos, durante palestra de um médico do Grau (Grupo de Resgate e Atenção às Urgências e Emergências). "Eu atuava com farmácias comerciais, será um grande desafio, em uma área muito diferente e dá um frio na barriga, mas o mais importante é que você tem que dar o seu melhor", ressalta a farmacêutica.

 

Investimentos


Iniciadas no fim de 2014, as obras da UPA do Ana Jacinta receberam investimento total de aproximadamente R$ 3,9 milhões, de acordo com informações da Secom (Secretaria Municipal de Comunicação). Ainda segundo o órgão, R$ 2,1 milhões foram repassados pelo governo federal, por meio do Ministério da Saúde, e R$ 1,8 milhão foram de verbas do município. Para a manutenção da unidade, o custo mensal será de R$ 850 mil, dos quais R$ 500 mil serão pagos pela cidade e R$ 350 mil são de verbas do ministério.

Veja também