Publicidade

IAL de Prudente deve analisar 94 exames de Covid-19 por dia

Equipamentos que faltavam para ocupar o espaço foram inaugurados ontem; instituto estima que trabalho tenha início até o fim deste mês

PRUDENTE - THIAGO MORELLO

Data 14/08/2020
Horário 05:58
Mariana Padovan - Unidade recebeu equipamentos responsáveis por fazer a análise dos exames Foto: Mariana Padovan - Unidade recebeu equipamentos responsáveis por fazer a análise dos exames

Na metade de julho deste ano, a unidade regional do IAL (Instituto Adolfo Lutz), de Presidente Prudente, informou que, “se tudo ocorresse como planejado”, em meados de agosto o espaço começaria também a testar exames de Covid-19, isto é, verificar seu diagnóstico. Dito e feito. Na tarde de ontem, uma cerimônia de inauguração marcou a entrega dos aparelhos restantes e que eram necessários para compor o local e realizar o trabalho – cuja estimativa é que inicie até final do mês, analisando 94 exames por dia.
A diretora técnica de saúde do instituto, Mariza Menezes Romão, explica que o início da metodologia depende agora do IAL-Central, na capital paulista, que no momento analisa a capacidade analítica da unidade. Esse é o tempo previsto para a liberação dos laudos e, com isso, a implantação definitiva dos trabalhos. “Desta forma, esperamos até o final do mês, visto que fomos incluídos na Rede de Covid-19 nesta data inaugural da estrutura física”, completa.
Mas como dito, uma vez iniciado, estima-se que 94 exames sejam analisados diariamente, com prazo de liberação médio de 72 horas. Mariza salienta que a quantidade pode variar, de acordo com os insumos disponibilizados pela rede.
Como já informado por este diário, o laboratório fará a extração do RNA do SARS-CoV-2, de forma automatizada, por meio teste RT-PCR (swab), que é feito pela coleta de secreção nasal, obtida de raspado de nasofaringe. A infraestrutura funcionará no CLR (Centro de Laboratório Regional), que faz parte da Rede Nacional de Laboratórios do DCCI/SVS/MS (Departamento de Doenças de Condições Crônicas e Infecções Sexualmente Transmissíveis), pertencente à unidade regional do IAL.

Laboratório fará a extração do RNA do SARS-CoV-2, de forma automatizada, por meio teste RT-PCR

No primeiro momento, o efetivo será intensificado para a detecção da Covid-19, que é a prioridade atual. Mas, ainda de acordo com Mariza, o acordo é que posteriormente o espaço seja usado para o diagnóstico de outras doenças, como leishmaniose, meningite e encefalite, que, assim como o novo coronavírus, têm a análise realizada na capital paulista.

Contrapartida do município

De acordo com a Prefeitura, já foram remanejados dois técnicos, com nível superior, que trabalharão diretamente na operação dos equipamentos. Outro funcionário será encaminhado na segunda-feira, conforme reiterado pelo secretário municipal de Saúde, Valmir da Silva Pinto. O chefe da pasta esteve presente na inauguração do espaço.
À reportagem, Valmir lembra que todos os equipamentos foram adquiridos por intermédio da secretaria, mas que o IAL é quem ficará 100% à frente do trabalho. “Equipamentos de última geração, que vão auxiliar, com certeza, no desenvolvimento da saúde na região”, felicita.

SAIBA MAIS
Em abril deste ano, o  MPT (Ministério Público do Trabalho) e o TRT-15 (Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região) assumiram o compromisso de destinar R$ 417.563,25 ao Fundo Municipal de Saúde de Presidente Prudente para viabilizar a aquisição de bens e insumos necessários para a realização de exames de diagnóstico da Covid-19 na cidade, por meio da unidade regional do instituto.

MAIS INFORMAÇÕES

Servidores passam por capacitação para início do funcionamento do Adolfo Lutz em PP

IAL de PP: 70% concluído para a Covid-19

Veja também