IAL de Prudente: mais de 5 mil testes para Covid-19

Desde que foi iniciado o processamento, no começo de setembro, todos os resultados saem dentro do prazo de 72 horas

PRUDENTE - THIAGO MORELLO

Data 15/01/2021
Horário 06:28
Foto: Arquivo
Espaço começou a testar exames da Covid-19 em setembro
Espaço começou a testar exames da Covid-19 em setembro

Na metade de julho do ano passado, a unidade regional do IAL (Instituto Adolfo Lutz), de Presidente Prudente, informou que ainda no segundo semestre de 2020 o espaço começaria também a testar exames de Covid-19. Dito e feito, desde o começo de setembro, o processamento dos testes é feito. E, de acordo com a SES (Secretaria Estadual de Saúde), nesse meio tempo já foram liberados mais de 5 mil exames.
O feito foi possível, após medidas de ampliação da rede de laboratórios em todo o Estado, por meio da Plataforma de Diagnóstico de Covid-19 coordenada pelo Instituto Butantan. E, desde então, também conforme a pasta estadual, todos os exames possuem os resultados disponíveis dentro do prazo de 72 horas a partir de sua realização.
“A descentralização dos exames de Covid-19 para as diversas regiões contribui para a agilidade nos resultados, em especial para os casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave [SRAG] e óbitos. Sendo assim, todos os exames que chegam ao serviço podem ser processados tanto na unidade de Prudente como em outros laboratórios da rede do Adolfo Lutz, se necessário, sempre visando agilizar a emissão de diagnósticos”, pontua o Estado.

Viabilização do projeto

Cabe lembrar que, em abril de 2020, o MPT (Ministério Público do Trabalho) e o TRT-15 (Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região) assumiram o compromisso de destinar R$ 417.563,25 ao Fundo Municipal de Saúde de Presidente Prudente para viabilizar a aquisição de bens e insumos necessários para a realização de exames de diagnóstico da Covid-19 na cidade, por meio da unidade regional do instituto. Desde então, as negociações com o Estado foram iniciadas.
Na época, a Prefeitura de Prudente destacou que todos os equipamentos foram adquiridos por intermédio da secretaria, mas que o IAL é quem ficaria 100% à frente dos trabalhos.

Veja também