Implantação de unidades de triagem da Covid-19 é benéfica aos municípios

EDITORIAL -

Data 12/08/2020
Horário 04:17

O aumento progressivo no número de casos do novo coronavírus, a Covid-19, na região de Presidente Prudente, tem levado muitas pessoas com sintomas gripais às unidades de saúde. A situação é delicada, uma vez que, ao procurar um posto de saúde, indivíduos com suspeita da doença podem ser potenciais transmissores para outros pacientes que estejam no local.
Nesse sentido, é sensata a medida que os municípios estão adotando de implantar uma unidade central para o atendimento às pessoas com manifestações semelhantes às do novo coronavírus. No oeste paulista, algumas cidades que reservaram um espaço exclusivamente para isso foram Presidente Prudente, Presidente Epitácio, Pirapozinho, Iepê, entre outras.
O objetivo destas unidades é que, ao apresentar algum sintoma respiratório, o indivíduo, ao invés de se dirigir aos postos de saúde ou hospitais do município, recorra à Central da Covid-19. Com isso, é possível minimizar a propagação do coronavírus a pacientes que procuraram UBSs (Unidades Básicas de Saúde), ESFs (Estratégias de Saúde da Família) e pronto-atendimentos por outros motivos e circunstâncias.
Nas centrais, os pacientes com suspeita da doença recebem consulta e orientações, fazem coleta das amostras e têm acesso aos medicamentos necessários, conforme prescrição médica. No caso de eventuais urgências, as unidades estão preparadas para realizar a intubação e estabilização ou, então, o encaminhamento para o hospital de referência.
É muito importante que os municípios invistam nessa estratégia e implantem e mantenham seus próprios centros de triagem, considerando que permitem o maior controle sobre o número de atendimentos às suspeitas de Covid-19 e ampliação no monitoramento dos pacientes, têm a vantagem de expor menos profissionais da saúde e servidores das unidades ao vírus e trazem mais segurança para quem tinha receio de procurar uma UBS ou ESF nesse período de pandemia e distanciamento social. Além disso, estimulam os pacientes com sintomas gripais a buscarem a central já na fase inicial, possibilitando que estes não tenham agravo da doença e não precisem ocupar leitos destinados ao tratamento da Covid-19.
Fica o nosso reconhecimento a todas as autoridades de saúde que não têm medido esforços para a execução de estratégias que visem conter o avanço do novo coronavírus e, com isso, proteger a saúde de toda a população!

Veja também