Jovem viraliza nas redes sociais ao contar rotina no campo e amizade com os bichos

Com apenas 18 anos, Júnior Guerreiro que tem o sonho de ser médico veterinário possui milhares de seguidores

PRUDENTE - DA REDAÇÃO

Data 25/10/2020
Horário 07:00
Gabriela Oliveira - Júnior Guerreiro ficou bem à vontade ao conhecer o boi Alvim
Gabriela Oliveira - Júnior Guerreiro ficou bem à vontade ao conhecer o boi Alvim

Júnior Guerreiro, 18 anos, é apaixonado pelos animais e tem o sonho de ser médico veterinário. Com apenas 18 anos, ele utiliza as redes sociais para mostrar a sua vida na roça e a amizade com os bichos. De jeito simples e divertido, as suas publicações atraem cada vez mais pessoas. Atualmente, ele tem 81,5 mil seguidores no Instagram e já pode ser considerado um TikToker com quase 60 mil seguidores e mais de 800 mil curtidas no aplicativo.

O jovem vive com os pais Francisco e Aurélia e a irmã Jaqueline no sítio Nossa Senhora Aparecida, em Álvares Machado (SP). Na sexta-feira, dia 9, a sua rotina foi um pouco diferente. Ele esteve no campus 2 da Unoeste para conhecer a estrutura do curso de Medicina Veterinária. Acompanhado pela diretora da graduação, Glaucia Prada Kanashiro o jovem visitou vários locais, entre eles o Hospital Veterinário. Durante o tour também conheceu animais como a cobra-do-milho Bartolo e o cavalo Bandoleiro.

“Fui nascido e criado na roça e, desde cedo, aprendi a gostar dos animais. Considero como meus amigos e eles até sabem quando estou triste”, conta o rapaz que chama a maioria pelo próprio nome. “Tem as vacas Princesa de 6 meses e a Mansinha de 10 anos, além do garrote Soberano de 1 ano. Todos os meus gatos chamamos de Pequenin, já os cachorros são o Faísca e o Tody e tem o Cigano que é o meu cavalo”.

Durante o passeio pelo campus 2 da universidade, Júnior também conheceu os Centros de Piscicultura e Zootécnico. “Me apaixonei ainda mais pela veterinária, não imaginava que a Unoeste oferecia tantos espaços para a graduação. O que mais gostei foi de conhecer os bichos como o Bandoleiro, os carneiros e os porquinhos. Foi uma experiência incrível, estou animado e pretendo prestar vestibular aqui”, expôs.

Sobre o que lhe motivou a ser médico veterinário, o jovem diz que deseja adquirir conhecimento para cuidar dos animais. “Quero oferecer um serviço de qualidade para eles, ir até às propriedades para atender aqueles que não podem ser levados até uma clínica ou consultório. Espero também, estudar algumas doenças e buscar tratamento para as que hoje não tem cura”, conclui.

 

Veja também