Justiça Eleitoral inicia lacração de urnas

Os transportes das urnas para as escolas ocorrem com escolta policial e o mesmo acontece durante todo o período que permanecerem nas salas de aulas.

REGIÃO - Arize Juliani

Data 23/09/2014
Horário 08:29
 

Nas Zonas Eleitorais de Presidente Prudente, cerca de 40 urnas devem ser lacradas diariamente. O processo, que teve início ontem, visa à geração de mídia, carga e lacração das 543 urnas de votação. De acordo com o técnico judiciário da 101ª ZE (Zona Eleitoral), Paulo Eneas Rossi, o processo deve ser realizado em três etapas: a primeira será a geração de mídia, momento em que o cartão de memória responsável pelo armazenamento dos dados oficiais do sistema é inserido na urna através de uma porta lógica, sendo inclusa também a mídia de resultado, dispositivo implantado para leitura dos arquivos posterior a eleição, ocasião que transmite os votos via sistema privativo para o TRE (Tribunal Regional Eleitoral). Depois, ocorrem a carga e lacração das urnas para que, assim, haja a auditoria. O processo deve durar uma semana.

Jornal O Imparcial Equipes trabalham na lacração das urnas eletrônicas

Já a chefe de cartório da 402ª ZE (Zona Eleitoral), Letícia Macoratti de Castilho, informa que a geração de mídia ocorre por sistemas eleitorais, elaborados pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e TRE, responsáveis pelo processo eleitoral que autoriza a baixa do sistema para alimentar as mídias.

Rossi revela que está prevista para a próxima terça-feira, uma auditoria a ser realizada pelo juiz eleitoral e promotor do MPE (Ministério Público Eleitoral), com o intuito de promover uma simulação de voto. Esta, que é denominada uma cerimônia de auditoria das urnas, está agendada apenas para a 101ª ZE e sem previsão para a 402ª. Participam deste momento, os partidos políticos e coligações para acompanhar os atos que estão sendo praticados pelos juízes, servidores e profissionais de apoio às eleições.

 

Segurança

Para garantir a segurança das 543 urnas de votação, uma ação deve ocorrer em conjunto com a PM (Polícia Militar). Rossi adianta que está previsto o reforço do patrulhamento pelas áreas das zonas eleitorais de Prudente, com o intuito de preservar as urnas. Já Castilho reforça que o local em que estão armazenadas as urnas, na 402ª, possui todo monitoramento com câmeras e alarmes. Elas devem permanecer nas zonas eleitorais até no dia 4 de outubro – dia que antecede as eleições. Os transportes das urnas para as escolas ocorrem com escolta policial e o mesmo acontece durante todo o período que permanecerem nas salas de aulas.

 

Veja também