Mad Max: Estrada da Fúria

Cinemateca

COLUNA - Cinemateca

Data 09/12/2020
Horário 06:00

Clássico

O filme de 2015 sinaliza as mudanças significativas que a falta de preservação dos recursos naturais e o que o extremismo nos traz. Dirigido por George Miller, os paradigmas se alteram da trilogia protagonizada por Mel Gibson na década de 80, onde o protagonista procura sua vingança solitária aos “índios” que dizimaram sua família. Com o desenvolvimento da trama, vemos ele se tornando um dos pistoleiros e se encontrando no meio de um confronto por um oásis próspero. 

Caos

Miller cria, em sua sequência, quase 30 anos depois, uma atmosfera mais caótica do que a conhecida nos filmes clássicos, com um clima de sadomasoquismo, onde os personagens estão a todo momento em um eterno “purgatório” para sua redenção, tudo isso em um completo banho de sangue de extrema violência!

Aclamado

Após seu lançamento, levou nada menos que 6 Oscars e inúmeros outros prêmios. Os figurinos, efeitos especiais, maquiagens, sonorização e atuações são de impressionar a qualquer um. Dessa vez, vemos que Max continua solitário, mas se vê preso pelos lacaios de Immortan Joe e, consequentemente, em um terrível conflito iniciado pela Imperatriz Furiosa para salvar um grupo de garotas escravizadas sexualmente.

Elenco

Charlize Theron e Nicholas Hoult roubam a cena como Furiosa e Nux e deixam o Max de Tom Hardy a sombra do personagem original de Gibson. Mas recebemos uma genuína obra de ação, com explosões, tiros e perseguições de carros. “Estrada da Fúria” proporciona ao espectador uma catarse de ação e adrenalina, muito bem pontuadas dentro do contexto proposto. 

Temática

Vemos temas como preservação do meio ambiente, estupro, escassez de recursos, guerra políticas, escravidão, alienação e o “endeusamento”. Mesmo com toda reflexão, é um filme para diversão e está disponível na Netflix. 

Siga

Para saber mais, siga @cine.macoteca no Instagram e fique por dentro de tudo que acontece no mundo dos filmes e séries!
 

Veja também