Maioria prefere filmes dublados a legendados

No momento, cenário é o mesmo nos dois cinemas de Prudente: apenas uma sala conta com sessão legendada, do longa “O Chamado 3"

VARIEDADES - OSLAINE SILVA

Data 08/02/2017
Horário 08:09
 

 

Quem costuma ir ao cinema em Presidente Prudente já deve ter percebido que a grande maioria dos filmes exibidos nas salas, tanto do Arcoplex, no Parque Shopping Prudente, assim como da Moviecom, no Prudenshopping, é dublado. Alguns reclamam que não há alternativas com legendados. Seria uma falta de opção ou falta de público?

A realidade, segundo Neusa Maria Zangirolami, gerente do Arcoplex, é que 90% da procura são por produções dubladas. Então a empresa tira uma prévia pelas capitais, por toda a rede e disponibiliza os filmes de acordo com o montante de preferências. E com isso quem perde é quem gosta dos originais.

Jornal O Imparcial Vovó Joana e o neto Kauã também preferem os longas dublados

De acordo com ela, no momento, por exemplo, o cinema está com apenas uma sessão legendada, que é do filme de terror "O Chamado 3", às 21h10. E mesmo assim, a sala tem ficado vazia. A preocupação de Neusa é com a pré-estreia, às 0h01, de "50 Tons mais Escuros".

"Estamos vendendo os ingressos há três semanas e ainda tem lugares. Fico triste porque infelizmente, particularmente, sou uma apaixonada por legendados. Não tem preço assistir um filme e ouvir a voz do próprio ator. Mas gosto não se discute. Contudo, a empresa não pode prezar pela minoria, pois tem despesas, encargos, etc. Se continuar dessa maneira, com salas vazias, fica até difícil continuar", lamenta a gerente.

Nas salas da Moviecom, apesar de um pouco mais de movimento, o cenário não é tão diferente, conforme explica a gerente Rachel Pantarotto. Segundo ela, ainda que a procura seja "significativa", por receber pessoas de toda a cidade e região, acabam colocando filmes legendados apenas na última sessão. "O público que gosta de dublados é muito maior que o que tem paixão por legendados, que é realmente bastante seletivo. Eu confesso que minha preferência é por legendados, pois podemos ouvir a voz original dos atores, melhoram nosso vocabulário em inglês... agora quando se trata de um filme de ação, sempre assisto dublado primeiro, pela rapidez das cenas às vezes dificulta a leitura", pontua Rachel.

No momento, legendado na Moviecom tem "O Chamado 3", na sala 4, às 21h40 e, a partir de amanhã, além dele, às 21h20, na sala 4, terá "50 Tons mais escuros", às 21h50, na sala 2.

 

Dentro dos 90%

Comprovando o que as gerentes expõem, encontramos dois personagens de faixa etária diferente, porém, comum à mesma ideia: os filmes dublados são melhores de entender. "Ter que ficar lendo a legenda, acaba atrapalhando e acabamos perdendo muito do filme", frisa o jovem de 20 anos, Douglas Henrique Soares Feitosa.

E a aposentada Joana Alice da Silva complementa: "Filme legendado, no cinema, na TV ou até na internet é bom para quem entende outras línguas . Ou eu leio ou assisto, não consigo fazer as duas coisas ao mesmo tempo", gargalha a vovó, que estava acompanhada do neto Kauã, 9 anos.

 

Grupo seleto

Fazendo parte do grupo daqueles que não abrem mão dos legendados, estão os estudantes de Jornalismo da Unoeste (Universidade do Oeste Paulista) Amanda Antunes e Itamar Batista, 20 anos.

Ela enfatiza que prefere filmes legendados porque acredita ser um aprendizado. Gosta muito de ouvir o áudio estrangeiro e tentar associar às palavras da legenda. Outro motivo é porque nem sempre a dublagem é igual o original, então legendado se aproxima mais do roteiro real. "Eu normalmente assisto na sequência, uns três filmes, e se não tiver compromissos, acabo assistindo ainda mais . Na minha opinião, o legendado causa mais emoção, até porque exige maior concentração de quem está assistindo!", exclama Amanda.

Itamar elenca a preferência pelos legendados em duas questões: Primeiro ele ressalta que o cinema é uma arte! E acredita que a dublagem, mesmo preservando a entonação, acaba depreciando um pouco do trabalho do ator. Um dublador não consegue reproduzir o mesmo sentimento do que própria voz original daquele que interpreta o personagem, que se prepara para isto. "Segundo, que durante os filmes e séries legendados, tenho a oportunidade de treinar meu inglês. Ouço a palavra e vejo o que ela significa. Isso é bom porque apura bastante a audição".

 

Veja também