Missa do Galo reúne 100 fiéis em Santo Expedito

Turismo Religioso - JOSÉ COSTA

Data 29/12/2020
Horário 06:40
Foto: Reprodução
Celebrante e concelebrante da Missa do Galo
Celebrante e concelebrante da Missa do Galo

A Santa Missa de Natal, conhecida como Missa do Galo, foi celebrada mais cedo esse ano em Santo Expedito. Segundo o padre Umberto, por conta da pandemia, “celebramos às 19h30, seguindo as orientações da Vigilância Sanitária”. A missa foi celebrada para aproximadamente 100 fiéis, quantidade que é permitida. Diferente também dos outros anos, foram poucos os visitantes e romeiros. Para o padre, as pessoas estão se precavendo diante da pandemia e ele observa que esse cuidado poderia se estender também fora da igreja, que seria nas festas e aglomerações em locais públicos. 

Entusiasmo

Embora apenas 100 pessoas puderam assistir a missa, padre Umberto assegura que  percebeu também nos participantes um grande entusiasmo, sinal de esperança e de dias melhores, sobretudo, acreditando no fim da pandemia. Com o olhar da fé, trazendo hoje profecia de Isaías, que anuncia que, com o nascimento do Príncipe, as pessoas escolhidas de Deus terão alegria, esperança e paz.  “Atualizando para os nossos dias, o profeta veterotestamentário pode constatar na celebração do Natal, das pessoas que em fé, que está próximo o controle dessa pandemia e iremos nos libertar das máscaras dos nossos rostos e cantar solenemente, sem nenhum impedimento, assim como os Anjos e os Pastores na gruta de Belém”, conclui o sacerdote.

Concelebrante

Para a Missa do Galo, houve a participação de dois seminaristas, José Bruno e Odair Junior, sendo um deles de Santo Expedito. Como concelebrante o padre Antonio Marques du Valle, que já foi pároco na cidade até 1986, e atualmente se encontra em Presidente Prudente, mas está auxiliando a comunidade católica expeditense todas as sextas-feiras.

Colaboração

O leitor e devoto de Santo Expedito, José Alonso de Presidente Prudente, enviou esta informação que foi verificada pela coluna: A vida de Expedito é um mistério. A começar pelo seu nome, que poderia ser um apelido, um adjetivo conferido a ele ou uma referência a um cargo militar. Expedito vem do latim e significa “rápido, ativo, ligeiro”. Expediti (plural de expeditus) eram os soldados romanos que portavam armas rápidas. Não se sabe se era romano ou armênio, quando nasceu e morreu, nem se realmente existiu. Relatos indicam que ele viveu entre fins do século 3 e início do século 4 e que teria liderado a 12ª legião, conhecida como Legião Fulminante, composta por 7 mil soldados, em Melitene (capital da província romana de Capadócia). Expedito seria o comandante dessa tropa que servia ao Império Romano numa época em que os cristãos eram perseguidos.

Reformulações

As autoridades municipais, após a volta do movimento normal de visitantes e romeiros, quando se verificar uma amenização da pandemia, deverão adotar uma reformulação nos projetos que deverão gerir a política relacionada ao turismo em Santo Expedito. Atualmente os turistas que visitam a cidade estão adotando todos os procedimentos para um maior cuidado com a Covid-19.

Fase vermelha

Como Presidente Prudente está na fase vermelha, aguardam-se possíveis alterações quanto à missa de ano novo. Caso não haja quaisquer modificações, os procedimentos a serem adotados serão os mesmos da Missa do Galo, com o mesmo número de participantes e os mesmos procedimentos.

Internet

A Missa do Galo foi transmitida pela internet, quando segundo consta, foi grande o número de participantes. Da mesma forma será feita com a missa de ano novo, a pedido de muitos turistas da região.

 

Veja também