Moradores pedem implantação de unidade de saúde no Jardim das Rosas

PRUDENTE - ANDRÉ ESTEVES

Data 07/05/2017
Horário 09:06
 

Em virtude de sua localização privilegiada e facilidade no acesso aos centros comerciais, o Jardim das Rosas é um bairro bastante estimado por seus moradores, no entanto, estes acreditam que a área ainda carece de uma unidade de saúde, o que já havia sido reivindicado pela população na primeira vez que a reportagem esteve no local, em dezembro de 2014. O pedreiro José Carlos Rodrigues aponta que quando necessita do serviço recorre ao Cohabão ou à UBS (Unidade Básica de Saúde) do Jardim Eldorado, contudo, pondera que uma unidade local simplificaria o atendimento. "Para mim, esses dois postos de saúde ficam fora de mão. Ter a nossa própria unidade seria um grande ganho", comenta.

Jornal O Imparcial FCT/Unesp completa 58 anos de funcionamento este ano

A aposentada Laurinda Barbosa também é a favor da implantação de uma UBS ou ESF (Estratégia da Saúde da Família). Assim como José Carlos, ela busca atendimento no Jardim Eldorado, mas gostaria de facilitar o deslocamento. "Todos os moradores seriam beneficiados, desde os estudantes até aqueles que já estão aqui há mais tempo", considera. O autônomo Valdomiro Pereira Santiago, 44 anos, destaca que dificilmente frequenta postos de saúde, contudo, entende o desejo de quem necessita do serviço. O comerciante Jorge Akira, 52 anos, por sua vez, enfatiza que o Jardim das Rosas foi marcado por um processo de grande desenvolvimento, o que o tornou bastante abastecido, porém, a infraestrutura ainda precisa de uma unidade de saúde para se tornar completa.

Por meio de nota, a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) informa que o Jardim das Rosas, embora não tenha uma unidade de saúde própria, possui em seu entorno pelo menos três UBSs. Estas estão situadas no Parque Cedral, Jardim Belo Horizonte e Cohab, esta última que também funciona como Pronto-Atendimento no período noturno. "A pasta acredita que esta rede de atendimentos é suficiente para abranger a demanda do bairro em questão", completa.

 

Ensino superior

Na área da educação, a dona de casa Ângela Aparecida Rodrigues de Souza, 55 anos, destaca que o bairro é conhecido por abranger a FCT/Unesp (Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista). Este ano, a instituição completa 58 anos de funcionamento em Prudente, embora não tenha sido criada com a atual denominação. Conforme explica a universidade, o campus foi inaugurado a princípio com o nome de Faculdade de Ciências, Filosofia e Letras e contava apenas com os cursos de Geografia e Pedagogia.

Hoje, já abrange diversas áreas das três áreas de conhecimentos, exatas, humanas e biológicas, e oferece a possibilidade de graduação, pós-graduação e cursos de especialização. Ainda segundo informações da instituição, a unidade totaliza 101 projetos de extensão, em desenvolvimento por 118 bolsistas, além de prestar 35 atendimentos para toda a comunidade anualmente. Em relação ao time de profissionais, são 205 docentes e 201 servidores técnico-administrativos. Já o corpo discente é composto por 2.735 alunos regulares de graduação e 589 da pós-graduação.

 

Estrutura do bairro

Ano de aprovação: 1966

Área de loteamento: 230.120 m²

Área verde: 23.365 m²

Quadras: 26

Construções: 530

Terrenos baldios: 75

População estimada: 1,6 mil habitantes

Fonte: Secom

 

SERVIÇO

A população pode promover suas reclamações, críticas e elogios sobre o bairro em que reside. O contato deve ser feito com os profissionais da Pauta, por meio do pauta@imparcial.com.br, do telefone 2104-3732 ou do Whatsapp 99104-8537.

 

Veja também