Motorista embriagado fura cerco policial e capota

REGIÃO - Bruno Saia

Data 23/06/2015
Horário 09:11
 

Na tarde de domingo, em Pirapozinho, por volta das 16h30, um VW/Voyage furou um bloqueio para a fiscalização de trânsito, realizado pela Polícia Militar do município. O condutor do automóvel chegou a fazer menção de que ia parar, mas acelerou e quase atingiu um dos policiais.

O motorista, 24, foi então acompanhado por cerca de três quilômetros, cruzando parte da cidade e também a Rodovia Assis Chateaubriand (SP-425), entrando em uma estrada rural em seguida. Ele acabou capotando poucos metros adiante, quando perdeu o controle do automóvel, em uma curva.

O condutor foi submetido ao teste do bafômetro, o qual revelou que ele estava embriagado. O rapaz foi autuado por embriaguez ao volante e será indiciado por direção perigosa e também por lesão corporal. Com ele, viajavam duas mulheres, de 26 e 28 anos, que sofreram escoriações nos braços e mais dois homens, de 46 e de 24 anos, sendo que o mais jovem foi encaminhado para o HR (Hospital Regional) Doutor Domingos Leonardo Céravolo, em Presidente Prudente, com ferimentos graves. Uma caixa térmica com latas de bebidas alcoólicas foi encontrada perto do veículo.

 

Mais ocorrências


Outras três ocorrências de embriaguez ao volante foram registradas em Prudente, no sábado. Um agente penitenciário, 35, foi flagrado sob efeito de bebidas alcoólicas, por volta das 21h10, dirigindo um Toyota/Corola pela Rodovia Raposo Tavares (SP-270), próximo ao Jardim Vale do Sol. Segundo o registro da ocorrência, o carro conduzido pelo agente bateu na traseira de uma Honda/CG, na qual viajavam dois homens, de 33 e 53 anos. As duas vítimas foram encaminhadas para o HR de Prudente, e o motorista, depois de ter a embriaguez confirmada após o teste do bafômetro, foi encaminhado para a delegacia e liberado após pagamento de fiança de R$ 1 mil.

Na mesma data, um serralheiro, 50, foi detido na Rodovia Júlio Budiski (SP-501), no Conjunto Habitacional Ana Jacinta, depois de ser flagrado dirigindo um Fiat/Palio, sob efeito de bebidas alcoólicas. Ele foi submetido ao teste do bafômetro, depois de se envolver em um acidente envolvendo uma Yamaha/YBR, guiada por uma enfermeira, 31. Ele também acabou levado para a delegacia e liberado depois de pagar fiança de R$ 1 mil.

Ainda no sábado, às 21h20, na Avenida Brasil, um vidraceiro, 20, foi quem acabou flagrado dirigindo embriagado. Ele foi abordado dirigindo um VW/Gol, depois de ter passado por um sinal vermelho e ser acompanhado por policiais militares. O teste do bafômetro mais uma vez foi realizado e comprovou as suspeitas de embriaguez. Mais uma vez, o motorista foi libertado após pagar fiança de R$ 1 mil, na delegacia.

 

Veja também