Mulher de 37 anos é vítima de feminicídio em Prudente

Crime ocorreu na manhã de hoje no Residencial Cremonezi; marido da vítima, de 38 anos, é o suposto autor do estrangulamento

PRUDENTE - GABRIEL BUOSI

Data 02/12/2020
Horário 13:45
Foto: Arquivo
Caso foi registrado na Polícia Civil, que investiga o crime
Caso foi registrado na Polícia Civil, que investiga o crime

Mais uma mulher entrou para a brutal estatística do Feminicídio em Presidente Prudente, na manhã de hoje. Isso porque, segundo a Polícia Civil, uma moradora do Residencial Cremonezi, de 37 anos, foi estrangulada pelo marido. Ela tinha entrado com um pedido de divórcio e já constava uma medida protetiva que deveria proteger ela contra o até então companheiro, suposto autor do crime.

A advogada Valéria Bresqui, que cuidava do processo de separação da vítima, afirmou que a mulher trabalhava como empregada doméstica e não teria comparecido ao serviço no início da manhã de hoje, o que a fez ligar para a polícia.

No local, a corporação já encontrou a mulher se vida. Porém, no boletim de ocorrência, é relatado que por volta de 6h30 uma testemunha teria visto o marido, de 38 anos, em frente à residência, de forma que uma hora depois, já às 7h30, ele teria passado em frente a uma obra onde trabalhava essa testemunha e pedido um cigarro. 

Em seguida, ele partiu em direção a uma mata que fica na mesa rua. Até o momento não foi divulgado se o suposto autor foi ou não encontrado.

“Foram encontradas diversas ocorrências envolvendo as partes, sendo que o investigado já foi preso duas vezes por violência doméstica”, afirmou a Polícia Civil. 

O divórcio, segundo a advogada, foi peticionado há poucos dias e uma audiência estava marcada para março. 
 

Veja também