Publicidade

Novas especialidades para o tratamento de câncer no HRCPP

Hospital Regional do Câncer de Presidente Prudente incluiu tratamento para tumores de fígado, pâncreas e vias biliares; primeiro procedimento cirúrgico foi realizado na manhã de segunda-feira

PRUDENTE - DA REDAÇÃO

Data 06/05/2020
Horário 04:00
Daniel Teixeira - Procedimento durou cerca de duas horas e não teve nenhuma complicação Foto: Daniel Teixeira - Procedimento durou cerca de duas horas e não teve nenhuma complicação

Pacientes com câncer da região agora podem contar com novas especialidades no tratamento oncológico, já que o HRCPP (Hospital Regional do Câncer de Presidente Prudente) incluiu no Departamento de Cirurgias Digestivas o tratamento para tumores de fígado, vias biliares e pâncreas.

A inclusão foi realizada por meio da entrada do cirurgião hepatobiliopancreático, Rafael Mello, no corpo clínico do hospital e representa grande avanço para a população, visto que grande parcela dos pacientes com tais neoplasias recebia um subtratamento, muitas vezes sem incluir o tratamento cirúrgico, apenas quimioterapia, em razão da ausência da especialidade na região.

Segundo o cirurgião, tal fator ocasionava aos pacientes um provável insucesso de cura da doença e consequente perda da esperança. “Alguns, quando podiam e eram encaminhados, iam para São José do Rio Preto ou São Paulo buscar por serviço especializado”, explica Rafael. Mas essa realidade já está diferente. Na manhã de segunda-feira, o cirurgião realizou - junto ao colega de departamento, Geraldo Siqueira - a primeira cirurgia oncológica de fígado no HRCPP.

“Foi uma cirurgia muito importante para o hospital e para a região, visto que o nosso projeto é aumentar a complexidade das cirurgias abdominais, incluindo procedimentos de grande porte, porém, com resultados positivos para os pacientes, para atender tumores e lesões mais graves”, afirma Rafael.

PROJETOS

FUTUROS

Em relação aos projetos para a população, Rafael afirma que pretende organizar um sistema de referenciamento aos pacientes oncológicos, oferecendo um serviço especializado na área de cirurgia do fígado, pâncreas e vias biliares a toda população da região, sem que precise do transtorno de ter de viajar a outro centro para completar seus tratamentos.

“Pretendo também organizar, junto aos médicos e colegas de equipe - Geraldo Siqueira e Gabriel Domingues -, uma residência do tipo ‘fellowship’ de cirurgia digestiva oncológica na instituição e um serviço de transplante de fígado para a população no Hospital do Câncer, englobando o tratamento oncológico e as doenças hepáticas, visto que o hospital possui estrutura apta para isso”, pontua.

Veja também