O Rico e o Pobre (2)

Sandro Villar

O Espadachim, um cronista a favor da guerra... contra a fome

CRÔNICA - Sandro Villar

Data 18/11/2020
Horário 05:34

Rico faz compras na Oscar Freire. Pobre faz compras na 25 de Março. Rico é empresário. Pobre é camelô. Rico come salmão. Pobre um dia comerá salpé, um genérico do salmão que está sendo desenvolvido em laboratório. 
Rico come escargot. Pobre não sabe que diabo é isso e quando lhe contam que bicho é esse faz cara de nojo. Rico come lula à dorê. Pobre votava no Lula. Rico bebe água mineral. Pobre bebe água torneral. 
Rico tem filho em escola na Suíça. Pobre tem filho em escola longe da Suíça. Rico faz faculdade. Pobre constrói faculdade. Rico toma remédio de marca. Pobre toma genérico mesmo. Rico viaja de navio tipo transatlântico. Pobre viaja na barca Rio-Niterói. 
Rico pratica esportes radicais. Pobre também pratica isso quando fica pendurado em andaimes para limpar as janelas dos edifícios. Rico é doutor. Pobre quando pode é aspirante a doutor. 
Rico malha na academia. Pobre malha na rua mesmo zanzando pra lá e pra cá, gastando sola de sapato. Rico usa sapato de couro de jacaré. Pobre usa sapato de couro de gado mesmo. Rico faz plástica. Pobre faz plástico. Rico manda. Pobre obedece quando tem juízo e para não ter prejuízo. E assim caminha a humanidade e valha-nos Deus, Nossa Senhora.

DROPS

Ciro Gomes ainda não se decidiu entre Boulos, Covas ou Paris.
(do DCM)

Russomano não comeu Boulos no café da manhã. 

A propósito: Covas comerá Boulos?

E não é que pintaram a Prefeitura de Prudente de vermelho? Afinal, o Ed Thomas é do Partido Socialista Brasileiro, o velho PSB de guerra.  
 

Veja também