PM salva mulher agredida em Presidente Prudente

Vítima foi retirada de dentro da casa, onde o companheiro chegou a ligar a torneira do gás com a ameaça de matá-los 

PRUDENTE - ROBERTO KAWASAKI

Data 14/05/2021
Horário 14:45
Foto: Polícia Militar
De acordo com a guarnição, quando a equipe chegou à casa realmente o gás estava ligado
De acordo com a guarnição, quando a equipe chegou à casa realmente o gás estava ligado

Na manhã de hoje, a Polícia Militar salvou uma vítima da violência doméstica, em Presidente Prudente. A mulher de 19 anos chegou a ser agredida pelo companheiro, que ligou a torneira do gás dentro da residência com a ameaça de matá-los. 

Conforme o boletim de ocorrência, o chamado chegou via Copom (Centro de Operações da Polícia Militar) ainda nas primeiras horas da manhã, com a informação de que a vizinha havia ouvido gritos de dentro do imóvel, onde possivelmente ocorria uma briga de casal. 

Os militares foram ao endereço no Conjunto Habitacional Brasil Novo, onde fizeram contato com a vítima.

Aos policiais, a mulher relatou que o companheiro a ameaçou de morte com uma faca, e que também a agrediu com um cabo de vassoura. Ainda conforme a vítima, o homem chegou a ligar o gás e disse que se chamasse a polícia, iria matar os dois queimados. 

De acordo com a guarnição, quando a equipe chegou à casa realmente o gás estava ligado.

“Ela disse que ingeriram bebida alcoólica e acabaram discutindo. Constatamos que o autor danificou os móveis da residência, bem como rasgou as roupas da vítima”, esclarece a Polícia Militar. “A vítima noticiou que não é a primeira vez que isso acontece, inclusive já registrou outras ocorrências contra o autor”.

Em conversa com os policiais, o homem confessou ter discutido com a companheira e que teria ficado nervoso, o que motivou a quebra dos móveis.

Os envolvidos foram levados à Central de Flagrantes da Polícia Civil, onde o acusado permaneceu preso pelos crimes de ameaça, violência doméstica, dano e injúria. 
 

Veja também