Polícia Civil prende acusado de extorsão contra advogada

Vítima disse que recebeu "graves ameaças" devido a uma suposta cobrança judicial de R$ 14,3 milhões

REGIÃO - ROBERTO KAWASAKI

Data 29/07/2020
Horário 13:26
Polícia Civil - Operação de alcance interestadual prendeu suspeito no MS Foto: Polícia Civil - Operação de alcance interestadual prendeu suspeito no MS

A Polícia Civil deflagrou hoje a operação denominada “Colubra”. O alvo dos agentes foi um homem de 44 anos, acusado pelo crime de extorsão que vitimou uma advogada atuante na Comarca de Presidente Epitácio.

As investigações foram comandadas pela delegacia do município, e tiveram início no mês passado.

De acordo com a polícia, a vítima informou que recebeu ligações telefônicas e mensagens por WhatsApp, onde cobravam uma suposta dívida que ela teria com uma ex-colega de trabalho, a título de honorários advocatícios.

Conforme o registro policial, a cobrança judicial era de aproximadamente R$ 14,3 milhões. Segundo a vítima, o valor era cobrado mediante “graves ameaças”.

Operação de alcance interestadual

Com base nas informações coletadas, a Polícia Civil deflagrou a operação na manhã de hoje. Foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão, sendo dois em Presidente Epitácio e outros dois em Bataguassu (MS).

Foi no Estado vizinho que os agentes prenderam o homem de 44 anos, que morava na zona rural e utilizava nome falso. Na casa dele foram apreendidos sete aparelhos celulares, 12 chips, um cartão de memória, nove pen drives e 15 documentos.

Além do atual crime de extorsão ao qual é investigado, ele já responde pelo mesmo delito e possui quatro mandados de prisão expedidos em dois processos distintos pela Comarca de Presidente Prudente.

Depois de tomadas as medidas de Polícia Judiciária, o acusado será conduzido à Cadeia Pública de Presidente Venceslau, enquanto aguarda o decorrer da apuração. A Polícia Civil não descartou a participação de outras pessoas, que seguem sendo investigadas.

Operação PC

Veja também