Polícia Civil prende três homens por morte de atleta em Presidente Prudente

Luiz Henrique Tomaz foi esfaqueado por moradores de rua após uma briga em uma conveniência na Avenida Brasil

PRUDENTE - ROBERTO KAWASAKI

Data 14/07/2021
Horário 17:38
Foto: Arquivo/Roberto Kawasaki
Investigação é conduzida pela Delegacia de Homicídios, da Deic-8, em Presidente Prudente
Investigação é conduzida pela Delegacia de Homicídios, da Deic-8, em Presidente Prudente

A Delegacia de Homicídios da Deic-8 (Divisão Especializada de Investigações Criminais), de Presidente Prudente, prendeu três moradores de rua acusados pela morte do atleta e instrutor de kung fu, Luiz Henrique Tomaz, de 26 anos. Na madrugada de domingo, ele foi encontrado esfaqueado no terminal rodoviário da cidade e morreu horas depois após dar entrada no hospital.

Segundo o delegado Claudinei Alves, o primeiro suspeito, 29 anos, foi preso no mesmo dia por tráfico e associação ao tráfico. Os outros dois foram detidos na terça-feira. O homem de 31 anos é apontado como autor do esfaqueamento, e outro, de 20 anos, foi quem teria segurado Luiz Henrique pelas costas no momento do golpe, após a vítima já ter sofrido agressões físicas. 

“O primeiro confessou a autoria delitiva e o segundo confirmou as agressões, porém negou o esfaqueamento. Todavia, a versão relacionada ao esfaqueamento foi confirmada pela pessoa que se encontra no sistema prisional”, explica o delegado. “Temos dois autores, porém existem outros que participaram das agressões e não da morte, os quais serão ouvidos”.

Conforme noticiado por O Imparcial, as agressões ocorreram após uma briga em uma conveniência que fica na Avenida Brasil, perto do Terminal Rodoviário Comendador José Lemes Soares.

A possível motivação, segundo informado pelo delegado, foi baseada nos depoimentos de acusados e de uma testemunha. Mas, por ora, será preservada, uma vez que novas pessoas deverão ser ouvidas nos próximos dias.

Depois de ser esfaqueado, Luiz Henrique conseguiu chegar ao estacionamento da rodoviária, onde caiu e permaneceu desacordado. Segundo a Polícia Militar, ele estava com ferimento no tórax, mais precisamente, embaixo do braço direito. Ainda conforme o policiamento, acredita-se que tenha sido provocado por um instrumento pérfuro cortante.

A vítima foi levada ao HR (Hospital Regional) Doutor Domingos Leonardo Cerávolo, onde passou por atendimento médico. No entanto, não resistiu e morreu no começo da tarde. 

Até então, o homem não havia sido identificado, pois não portava documento algum. Porém, a mãe soube do acontecimento, mas quando chegou ao hospital, o filho já estava morto.

Em nota, o hospital informou que o paciente deu entrada no pronto-socorro da unidade no último domingo, às 03h42, mas devido à gravidade, o quadro clínico evoluiu a óbito às 12h45 do mesmo dia.


Cedida - Luiz Henrique tinha 26 anos e era atleta e instrutor de kung fu

SAIBA MAIS

Homem morre após ser encontrado ferido no estacionamento da rodoviária

Polícia Civil ouve testemunhas sobre morte de atleta da Semepp

Veja também