Raposo Tavares, em Prudente, é rota de 4 mil motociclistas

Quantidade de feridos em acidentes envolvendo esse tipo de veículo dobrou na comparação de 2019 com 2020, de sete para 14 casos

PRUDENTE - DA REDAÇÃO

Data 17/11/2020
Horário 13:18
Cart - Centro de Controle de Operações constatou aumento no número de vítimas de acidentes envolvendo motociclistas
Cart - Centro de Controle de Operações constatou aumento no número de vítimas de acidentes envolvendo motociclistas

Diariamente, a Rodovia Raposo Tavares (SP-270) é cortada por cerca de 4 mil motocicletas que utilizam o eixo principal no trecho urbano de Presidente Prudente. O volume corresponde a mais de 10% da frota de motos da cidade, segundo levantamento mais recente do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

A Cart (Concessionária Auto Raposo Tavares), em análise do CCO (Centro de Controle de Operações), alerta sobre os cuidados na condução no ciclo rodovia-município depois de constatar um aumento no número de vítimas de acidentes envolvendo motociclistas, na contramão das estatísticas de todo o seu eixo principal.

A quantidade de feridos em acidentes envolvendo motos dobrou na comparação de 2019 com 2020, de sete para 14 casos. Proporcionalmente, nos 444 quilômetros administrados pela Cart, que representam as rodovias SP-270; Orlando Quagliato (SP-327); e João Baptista Cabral Rennó (SP-225), houve redução de 46% no número de vítimas em igual período: de 148 para 79. Em Presidente Prudente, não houve vítimas fatais em acidentes com motociclistas neste ano.

O total de acidentes envolvendo motociclistas apresentou alta de 38% no trecho urbano de Prudente, de 8 para 11 casos. Já em todo o seu corredor rodoviário, a Cart registrou redução de 40%, de 142 para 84 acidentes, na mesma base de comparação.

Comportamento   

Levantamento realizado em dois acessos municipais à Raposo Tavares, localizados nos quilômetros 566 e 569, reforça que os horários de maior movimentação são pela manhã, das 6h às 7h, e tarde, das 17h às 18h.

“Geralmente, são condutores que utilizam as rodovias como uma alternativa rápida de trajeto até o trabalho ou no retorno para a casa, no fim do expediente. A atenção deve ser redobrada para evitar acidentes nesta transição entre os ciclos urbano e rodoviário, que envolvem dinâmicas completamente diferentes. Especialmente no trecho urbano de Prudente, é necessário estar atento devido à variedade de tipos de veículos que circulam pelo local, de leves a pesados”, afirma Marcos Lanuti, coordenador de Operações da Cart.

Além das recomendações básicas de seguir os limites de velocidade e a sinalização padrão, Lanuti observa que os cuidados devem ser tomados especialmente nos trajetos de entrada e saída da rodovia. As alças de acesso e de saída das vias marginais para a Raposo Tavares exigem atenção do motociclista, que deve dar a preferência e observar se o caminho está livre para continuar o trajeto.

“As vias urbanas são a melhor alternativa ao motociclista que faz o itinerário dentro da cidade. Mas quando a rodovia é a sua única alternativa, o motociclista deve manter a distância segura entre os veículos, especialmente de caminhões, jamais usar como ‘corredores’ o meio das faixas e acostamento, e sempre fazer a manutenção preventiva de seu veículo, com atenção para os pneus gastos, faróis e lanternas queimadas sistema de freio, até mesmo o nível de combustível no tanque, para evitar panes secas”, ressalta.

Orientação

Com o objetivo de reduzir os índices de acidentes envolvendo motocicletas no centro-oeste paulista, a Cart realiza rotineiramente, no raio dos 32 municípios que compreendem sua área de atuação, ações voltadas para a orientação aos motociclistas sobre a direção consciente. Com o apoio da Polícia Militar Rodoviária, uma destas ações é a Operação Cavalo de Aço, realizada principalmente em trechos urbanos das rodovias.    

Nas abordagens, além das orientações sobre normas de segurança, os motociclistas recebem, gratuitamente, adesivos refletivos para capacetes e antenas corta-linha. Também são realizados testes rápidos de saúde como aferição da pressão arterial e do índice glicêmico.    

Veja também