Reabertura do comércio passa a valer hoje em Presidente Prudente

Fase laranja do Plano São Paulo, que começaria na quarta-feira, foi adiantada pelo governo municipal

PRUDENTE - ROBERTO KAWASAKI

Data 13/07/2020
Horário 08:21
Arquivo - Nova atualização tem validade até o dia 30 de julho Foto: Arquivo - Nova atualização tem validade até o dia 30 de julho

A Prefeitura de Presidente Prudente anunciou ontem que a mudança de fase do Plano de Retomada das Atividades Econômicas começa a valer hoje no município. As orientações seguem os critérios de distanciamento, uso obrigatório de máscaras e higienização dos espaços.

De acordo com a publicação feita pela municipalidade, o horário de funcionamento para comércio e prestadores de serviço será das 13h às 17h, de segunda a sexta-feira. Aos sábados, o horário de trabalho é das 9h às 13h. Já os shoppings funcionarão sempre das 16h às 20h.

Na sexta-feira, o governador João Doria (PSDB) anunciou que a região de Presidente Prudente avançou no Plano São Paulo para a fase laranja, o que permite a reabertura de algumas atividades consideradas como não essenciais, a partir de quarta-feira. No entanto, a medida foi adiantada pelo governo municipal.

A nova atualização tem validade até o dia 30 de julho, isso porque, a cada 14 dias são feitos novos anúncios e sobre como as regiões devem se comportar em relação à retomada de atividades econômicas. 

O Plano São Paulo dá autonomia para que prefeitos diminuam ou aumentem as restrições de acordo com os limites estabelecidos pelo Estado, desde que apresentem os pré-requisitos embasados em definições técnicas e científicas.

Reprodução - Estado determina quais setores da economia abrem em cada fase 

Entenda como funciona o Plano São Paulo

O Plano São Paulo é a estratégia do Governo do Estado de São Paulo para vencer a Covid-19, baseado na ciência e na saúde.

A retomada consciente dos setores da economia começou a funcionar em 1º de junho. O estado está dividido em 17 Departamentos Regionais de Saúde, que estão categorizados segundo uma escala de cinco níveis de abertura econômica.

Cada região poderá reabrir determinados setores de acordo com a fase em que se encontra. As regras são: média da taxa de ocupação de leitos de UTI exclusivas para pacientes com coronavírus, número de novas internações no mesmo período e o número de óbitos.

A requalificação de fase para mais restritiva será feita semanalmente, caso a região tenha piora nos índices. Para que haja uma promoção a uma fase com menos restrições e mais aberturas, serão necessárias duas semanas.
Reprodução/AI do Estado de SP - Região avançou, por mais duas semanas, no plano de flexibilização

Região avançou, por mais duas semanas, no plano de flexibilização

Veja também