Sul-Americano: Brasil mantém hegemonia e 3 dos ouros vêm para PP

Cinco atletas prudentinos representaram a cidade, com destaque para Giovana Rosália, conquistando duas douradinhas, nos revezamentos 4x400m misto e 4x400m o qual Maria Victória fechou

Esportes - OSLAINE SILVA

Data 18/10/2021
Horário 21:51
Foto: Wagner Carmo / CBAt
Sorriso de Giovana Rosália (298) que traz 2 ouros: do revezamento 4x400 e do 4x400m misto
Sorriso de Giovana Rosália (298) que traz 2 ouros: do revezamento 4x400 e do 4x400m misto

O Brasil mantém sua hegemonia sagrando-se campeão do Campeonato Sul Americano Sub-23 de Atletismo 2021, que foi realizado nos dias 16 e 17 de outubro, na cidade Guayaquil, no Equador. No total, foram 517 pontos (276 no masculino e 241 no feminino), contra 228 pontos do Equador, que ficou com o vice-campeonato, e 223 da Colômbia que encerrou sua participação em 3° lugar. Cinco atletas da APA/Talento Olímpico/Semepp representaram a cidade, com Giovana Rosália dos Santos, conquistando dois ouros, uma no revezamento 4x400m misto (3.25.09) e 4x400m (3.38.28) e Maria Victoria Belo de Sena, que também traz o ouro pelo revezamento 4x400m (3.38.28) e uma prata nos 400m (52.86).
Conforme o treinador Cremilson Julião Rodrigues, o Montanha, que integrou a delegação como um dos técnicos dos jovens, o Brasil conquistou 56 medalhas no total. A equipe masculina ficou com 14 ouros, nove pratas e sete bronzes, e a feminina: 11 ouros, nove pratas sendo uma de Maria Victória, no 400 m, e seis bronzes.
“Estou como sempre feliz e orgulhoso de todos eles. Pelo ranking Sul-Americano o resultado do Gabriel Boza o coloca na frente dos outros resultados prudentinos. Em outras palavras, sua prova foi bem mais forte. Vale a pena ressaltar também que tanto ele com 18 anos, quanto o Eronzinho, 17, estão em seu primeiro ano da categoria sub-20 e já brilharam na sub-23 com esses excelentes resultados”, exalta Cremilson.
Ele acrescentou que o Brasil é muito forte nessa categoria sub-23 anos e mais uma vez não decepcionou. “Foram 56 medalhas conquistadas no total e o título da competição. Esses resultados mostram que estamos no caminho certo e mostrando que a base do nosso atletismo vem muito forte já prevendo as próximas olimpíadas em Paris em 2024”, completou Montanha.

Resultados prudentinos

De acordo com Cremilson, além do grande desempenho de Giovana Rosália e Maria Victória, os demais atletas da equipe APA/Semepp tiveram uma ótima participação. Deisiane Teixeira ficou em 3° lugar no lançamento de dardo (52,79m); Gabriel Luiz Boza, 3° lugar no salto em distância (7,84m); e Eron Maciel de Araújo, 6° lugar no salto em altura (2,03m). 

Fotos: Wagner Carmo / CBAt

Maria Victória Belo de sena fechou a prova do revezamento 4x400


Pelo ranking Sul-Americano o resultado do Gabriel Boza o coloca na frente dos outros prudentinos

Foto: Cedida

Gabriel Boza compartilha sua medalha de bronze com o treinador Montanha e o amigo Eronzinho 

Veja também