TRE decide por troca de cadeira na Câmara de Prudente

Conforme a decisão, que cabe recurso, Wellington Bozo deve deixar o lugar do antigo partido ao suplente Wladimir Cruz

PRUDENTE - DA REDAÇÃO

Data 16/10/2020
Horário 14:19
Reprodução/Facebook - Câmara de Prudente foi notificada ontem sobre a decisão Reprodução/Facebook - Câmara de Prudente foi notificada ontem sobre a decisão Imagem: Reprodução/Facebook - Câmara de Prudente foi notificada ontem sobre a decisão

Nesta semana, o TRE (Tribunal Regional Eleitoral) determinou uma troca de cadeira na Câmara Municipal de Presidente Prudente. Conforme a decisão, que cabe recurso, Wellington de Souza Neves (MDB), Wellington Bozo, deve deixar a cadeira que antes pertencia a Natanael Gonzaga, que faleceu em 23 de abril deste ano após sofrer parada cardíaca. 

Desta forma, o lugar que antes pertencia ao vereador do PSDB, volta ao partido, desta vez, a Wladimir Cruz.

Antes de ocupar o atual cargo no legislativo municipal, Wellington era o primeiro suplente do PSDB, mas migrou para o MDB antes de assumir a cadeira em 8 de maio – a mudança ocorreu antes do falecimento de Natanael, quando Bozo não estava no exercício do cargo.

Conforme publicado na coluna Plantão de hoje, como não estava no exercício ao deixar o partido, o entendimento do TRE é de que o vínculo original foi desfeito.

Com a vacância deixada por Natanael, na primeira instância do Poder Judiciário houve o entendimento que a vaga era de Bozo, “por ter sido eleito primeiro suplente do PSDB, por ter sido diplomado pela Justiça Eleitoral, e por ter trocado de sigla na janela partidária”.

No entanto, o PSDB, em busca dos direitos, procurou o Tribunal que acatou o entendimento. A decisão ainda cabe recurso e, se Wellington tiver que deixar a cadeira, a mesma passará a Wladimir Cruz, terceiro suplente da lista. Isso porque o segundo mais votado, Miguel Francisco, também migrou de partido oor janela partidária e foi para o PSB. 


Arquivo - Wellington Bozo tomou posse em 8 de maio deste ano

Câmara notificada

Em nota encaminhada a O Imparcial, a Câmara Municipal de Presidente Prudente afirmou que foi notificada sobre a decisão no final da tarde de quinta-feira.

“O documento, juntamente com a decisão judicial, foi encaminhado ao Departamento Jurídico, que deve posicionar-se sobre o assunto nos próximos dias”. 

A reportagem ligou no gabinete do vereador Wellington Bozo em busca de um posicionamento. Por meio da Assessoria de Imprensa da Câmara, ele informou que ainda não foi comunicado sobre "qualquer procedimento por parte da Câmara Municipal", uma vez que, como citado, o documento foi encaminhado está em análise.

"Assim que houver um parecer ou análise do procurador do parlamento municipal, o mesmo será amplamente divulgado para a imprensa local, no site da Câmara e também nas redes sociais do Legislativo", informou.

SAIBA MAIS

PSDB tenta impedir posse de Wellington Bozo

Coluna Plantão: dança da cadeira

Veja também