Vacinação é uma responsabilidade de todos, faça a sua parte!

EDITORIAL -

Data 16/10/2021
Horário 04:15

Uma das palavras que mais ouvimos neste ano, além claro, de pandemia e novo coronavírus, foi vacina. Começamos 2021, com a Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid no Brasil, a princípio com a CoronaVac, do Instituto Butantan, e com a AstraZeneca, da Universidade de Oxford, elaborada em conjunto com a Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz). Ambas, com a necessidade de duas doses. Depois, o país passou também a disponibilizar a Pfizer (BioNTech), e a Janssen (Johnson & Johnson), sendo esta última de dose única. 
Há muito meses esperamos ansiosamente por este momento. Muitos, infelizmente, nem chegaram a ter a oportunidade de se imunizar. Há ainda quem opta por não tomar. Seja por medo das reações, por não acreditar em sua eficácia, ou simplesmente, porque prefere ser do contra e arriscar a sorte!
A verdade é que vacina salva vidas. Tem reduzido o número de mortes, internações e ocupações de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Quanto mais pessoas imunizadas, menor será a circulação do vírus. Até chegar o momento – que mais aguardamos – onde o abraço será dado sem medo, sem culpa e sem máscara!
O problema é que, com a pandemia e a necessidade do isolamento social, muitas outras doenças e preocupações foram deixadas de lado. Desde o ano passado, por exemplo, muitos pais ficaram com receio de procurar as unidades de saúde. Mas para evitar que os filhos fiquem desprotegidos, é importante atualizar a caderneta. Não adianta nada se proteger de uma doença, ficando em casa, e ficar suscetível a outras, sem se vacinar.
Neste sábado, a partir das 8h, equipes de todo o país estarão mobilizadas para o Dia V da Campanha Nacional de Multivacinação, a fim de atualizar a situação vacinal de crianças e adolescentes menores de 15 anos de idade, ainda não vacinados ou com esquemas de vacinação incompletos. 
Em Presidente Prudente, das 8h às 12h, 13 unidades de saúde disponibilizarão doses dos agentes imunizantes que compõem o Calendário Nacional de Imunização da criança, dentre elas as que protegem contra hepatites A e B, pneumonia, poliomielite, rotavírus, meningite, febre amarela, sarampo, rubéola, caxumba e varicela, HPV, entre outras.
O objetivo, com o plantão de hoje, é oportunizar o acesso da população prudentina às vacinas. Atualizar a carteira de vacinação, aumentar a cobertura vacinal e, consequentemente, contribuir para o controle, eliminação e até erradicação de determinadas doenças. 
Pais e responsáveis que ainda não procuraram uma UBS (Unidade Básica de Saúde) têm até o dia 29 para pensar na saúde dos filhos e preveni-los de possíveis e indesejáveis enfermidades. Doenças que parecem simples, mas que podem comprometer toda a infância de meninos e meninas, com uma vida cheia de planos e sonhos pela frente. As vacinas são gratuitas. Basta procurar a mais próxima, com a caderneta em mãos para que ela seja conferida e, se necessário, atualizada.
Muitos deixam para a última hora. Outros esperam a campanha ser prorrogada, para comparecerem às UBSs. Alguns deixam de ir. Muitos só se dão conta da importância da vacina e de ações como esta, quando, infelizmente, presenciam algum caso dentro da própria casa ou família. Às vezes pode ser tarde. Pra que esperar? Garanta a boa saúde dos pequenos!
 

Veja também