Vacinação prossegue

José Vicente

COLUNA - José Vicente

Data 10/02/2021
Horário 03:37

Mais um lote de vacinas contra Covid-19 chegou ontem à tarde ao Centro de Saúde de Indiana, num total de 104 doses, perfazendo ao todo desde o início da vacinação o total de 301 doses. Das 104 que chegaram ontem uma parte já se destina à segunda dose, necessária para o efeito da imunização, e outra para os idosos na faixa de 85 a 90 anos de idade. A coordenação da campanha está ocorrendo de forma perfeita, sem reclamações, segundo informações da Edimara Lourenço, enfermeira da Vigilância Epidemiológica do município.

Encerrando atividades

Uma das cerâmicas mais tradicionais de Indiana encerrou suas atividades neste início de 2021. Estamos falando da Cerâmica Universo, que existia há 40 anos, sob a direção de Francisco Gimenez Neto (Chiquinho), um dos baluartes no ramo ceramista no município indianense. Porém, Chiquinho já atuava na fabricação de tijolos desde o período de 1975 a 1980, que funcionava no local onde hoje está a Cerâmica Indaiá. A partir de 1984, a empresa passou a atender na Rua Visconde do Rio Branco, Vila Garcez, lembrando que nos primeiros anos se denominava Cerâmica São Francisco, e depois passou à denominação de Cerâmica Universo.  Aos 74 anos, Chiquinho encerra as atividades para descansar, pois, desde menino, já trabalhava na antiga olaria do Paquito, seu saudoso pai, Francisco Gimenez Filho.

Filtros de Indiana para o Brasil

Os filtros fabricados pela Cerâmica Universo ainda estão espalhados por todo o país, pois o movimento até há alguns anos era muito intenso e caminhões saíam lotados toda semana para entregas em vários Estados brasileiros. Em outros Estados é muito comum ainda encontrarmos esses filtros, em escolas, empresas e nas residências. Além dos filtros, a venda de vasos era muito grande por todo o Brasil. Francisco Gimenez Neto encerra suas atividades, mas se diz realizado, pois, segundo ele, é gratificante saber que seus produtos estão em toda parte de nosso país, principalmente pela excelente qualidade.

Bombeiros de Martinópolis

Os bombeiros municipais Alessandro Cassiano Pereira e Gabriel Goulart Dolovet, de Martinópolis, iniciaram nesta semana o CBC (Curso de Bombeiros para Civis), na Escola Superior de Bombeiros, realizado na cidade de Franco da Rocha (SP). O curso deve se estender até 4 de julho deste ano, com treinamentos e noções básicas para o desempenho de atividades na área da defesa civil. A capacitação está prevista em convênio celebrado entre o Estado e a Prefeitura do município.

Adiamento ás aulas

Na semana passada, a Prefeitura de Indiana havia anunciado a volta às aulas na Escola Mariana Madia Poleto e Creche Neusa Maria Freire Orlandelli, o que deveria ter ocorrido dia 8, entretanto, uma nova orientação mudou tudo, devendo ocorrer somente em 1º de março, em virtude das prevenção contra a Covid-19. A retomada presencial das aulas na Escola Estadual Maria Ernestina Natividades Antunes (Mena) foi mantida para a última segunda-feira, seguindo os protocolos sanitários específicos para o setor de educação, aprovados pela Secretaria de Estado da Educação.

Nomeação de servidor

O prefeito de Indiana, Wheslen Thiego Scaione Cachoeira (Pode), através da Portaria 27, de 1º fevereiro de 2021, nomeou o servidor Gerson dos Santos Cachoeira ao cargo em comissão de chefe de Gabinete. O servidor Gerson Cachoeira, que é pai do alcaide indianense, já estava atuando no cargo desde o início da administração.

Fogaréu assusta moradores

Um fato inusitado ocorreu na Rua Tiradentes, centro de Indiana, na última segunda feira, por volta de 20h. Um irresponsável colocou fogo nos restos de galhos que estava em plena via pública, local onde uma árvore havia sido podada. Esses galhos que deveriam ter sido recolhidos pela municipalidade estavam bem secos e as chamas atingiram proporções que provocaram susto e alvoroço nos moradores, que, felizmente, tiveram a inciativa de pegar mangueiras, já que Indiana não conta com equipe de bombeiros, e combater o fogo. Por coincidência, no momento do fogaréu estava acontecendo um culto evangélico em um templo, bem ao lado, onde também estavam alguns veículos estacionados. Seria de bom alvitre que esses restos de árvores cortadas fossem recolhidos pela Prefeitura de forma mais frequente.

Zoeira continua

Com a derrota do Palmeiras diante do Tigres do México, a zoeira continua na cidade e nas redes, pois os torcedores adversários não perdoam, e o fato do verdão não ter mundial é o principal tema na boca do povo. Ainda bem que os palmeirenses levam na esportiva, literalmente. Se ficar nervoso é pior.

De que é o pequi

Parece bem folclórico, mas está acontecendo envolvendo Minas Gerais e Goiás uma disputa para saber a quem pertence o título de "Capital do Pequi". Um projeto de lei que torna a cidade mineira de Montes Claros a capital do pequi revoltou os goianos, onde a fruta é tradicional. O governador Ronaldo Caiado chegou a afirmar que o pequi tem o DNA goiano, e sua tradição é legítima. Caiado quer mobilizar a bancada goiana no |Congresso, para lutar pelo direito de defender o título, afinal, “o pequi é nosso”, completa o governador.

Nosso futebol estacionou

O ex-jogador Cafú afirmou nesta semana que o futebol brasileiro estacionou no tempo. Está atrasado pelo menos 20 anos e fez referência à vitória do Tigres sobre o Palmeiras. Segundo Cafú, "o medo de perder tira a vontade de vencer", o que não acontece com o futebol europeu.

Em tempo

A vida não é sobre metas, conquistas e linhas de chegadas...
É quem você se torna nessa caminhada!

Veja também