Variante amazônica na região

GRAZIELA FERNANDES

COLUNA - GRAZIELA FERNANDES

Data 14/03/2021
Horário 03:33

Nesta semana foram confirmados casos da variante amazônica na região de Presidente Prudente. Cidades como Dracena, Presidente Venceslau, Martinópolis, Presidente Prudente e Tarabai.

Alta transmissibilidade

A OMS (Organização Mundial da Saúde) classificou a variante brasileira como uma das três mais importantes em circulação pelo planeta, ao lado do Reino Unido e África do Sul. São mutações que causam mais preocupação, pois deixam o vírus mais forte. A variante amazônica mostra uma capacidade ainda maior de transmissão, significa dizer que estamos diante de um vírus mais resistente e que pode fazer os casos aumentarem com uma velocidade ainda maior.

Aglomeração

Quem passa pelo ponto de embarque de passageiros da linha intermunicipal da Jandaia, em Presidente Prudente, que atende cidades como Pirapozinho, Tarabai, Narandiba, Estrela do Norte e Sandovalina, nos horários de pico, percebe as dificuldades que os usuários dos transportes coletivos enfrentam em tempos de pandemia. Não há como evitar aglomerações e as reclamações chegaram até a Prefeitura de Pirapozinho, que oficiou a empresa para verificar a possibilidade de aumentar a disponibilidade de ônibus no itinerário Pirapozinho até a cidade de Prudente e vice-versa. O requerimento cita as reclamações dos usuários do transporte, “na sua grande maioria de trabalhadores, que, devido ao reduzido número de veículos e horários, estão enfrentando ônibus lotados de passageiros, inclusive com muitos em pé”, pontua o documento.

Transporte intermunicipal

Já tem mais de um ano que os usuários do transporte coletivo intermunicipal estão utilizando o embarque e desembarque improvisado na frente da rodoviária de Presidente Prudente. Está na hora das autoridades municipais das cidades que usam o serviço e também representantes da Prefeitura de Prudente discutirem uma estratégia para minimizar o desconforto dos usuários. Expostos ao sol e chuva, já que o abrigo instalado é completamente insuficiente, usuários enfrentam filas nos horários de pico, que são inevitáveis, assim como a aglomeração, já que o espaço é insuficiente. Há horários que partem, praticamente de forma simultânea, de três linhas. Este é mais um ponto de atenção e que merece cuidado dos nossos dirigentes municipais.

Polêmica da semana

Nesta semana, a ONG (organização não governamental) SOS Animais, de Pirapozinho, recebeu ofício da Prefeitura informando o fim da vigência do termo de parceria entre a entidade e a administração pública municipal. O fato ganhou as redes sociais em manifestações solidárias à entidade. O prefeito Valdir Assef, também por meio das redes sociais, fez uma manifestação pública em que esclarece os fatos. Segundo Assef, o termo tinha um prazo vigente que chegou ao fim com o cumprimento das demandas previstas. A partir de agora, segundo o prefeito, a intenção não é colocar fim à parceria e, sim, analisar uma nova proposta para manutenção dos cuidados com animais dentro das possibilidades que a administração municipal disponibiliza hoje. Ainda conforme Assef, a Prefeitura garantiu a entrega de rações, insumos, vacinas e material de consumo para a entidade. O atendimento veterinário também foi reformulado. O fato do termo não estar vigente não quer dizer que os animais serão desassistidos.

Narandiba recebe testes

Para auxiliar no combate à pandemia do novo coronavírus, Narandiba recebeu 675 testes rápidos que vão auxiliar a Coordenadoria de Saúde no diagnóstico da Covid-19. Os materiais foram enviados para o município através da parceria entre a Coordenadoria de Desenvolvimento Econômico e o Senar/Faesp, anteriormente, a força conjunta das entidades produziu 10 mil máscaras para a população da cidade. Os testes foram encaminhados para a Coordenadoria de Saúde.

Por hoje é só! Força e fé!

Veja também