VEM conscientiza sobre riscos do Aedes aegypti

PRUDENTE - BRUNO SAIA

Data 02/12/2016
Horário 10:06
 

Com o objetivo de fortalecer, conscientizar e ampliar o Dia Nacional de Combate ao Mosquito, que é lembrado hoje em todo o país, o governo federal convoca o poder público e a população para participar das ações contra o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. Enquanto isso, em Presidente Prudente, a Prefeitura mantém os trabalhos de fiscalização e de conscientização da população para eliminar os criadouros do vetor. "Agora que começa a chover mais, voltam a aparecer casos de dengue e, por isso, precisamos do apoio da população para continuar trabalhando", destaca Elaine Bertacco, educadora de saúde da VEM (Vigilância Epidemiológica Municipal). "Nessa época, as pessoas acabam dando uma relaxada, mas é fundamental continuar eliminando os criadouros, até mesmo para evitar a chegada de outros vírus transmitidos pelo Aedes, que ainda não chegaram na cidade", completa.

Amanhã, a equipe da VEM irá percorrer os bairros da zona 2 (Servantes I e II, Jequitibás I, Cohab, Cecap e Jardim Sabará). "Pedimos que a população deixe nossos agentes entrar em suas casa, os acompanhe para receber todas as orientações e sem esquecer de prender os cachorros", pontua Elaine. "Nos outros bairros, seja você o agente de sua própria casa e não deixe água parada de forma alguma", orienta a educadora.

 

Orientações

Um panfleto ilustrativo produzido pela Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) é distribuído hoje, encartado nesta edição de O Imparcial. "Prevenção, a melhor forma de combate", destaca o informativo, pontuando cuidados que podem ser tomados para evitar o acúmulo de água nas residências e alertando ainda sobre a possibilidade da aplicação de multas de R$ 323,64 para os proprietários de imóveis com focos de dengue e de R$ 647,28 para estabelecimentos comerciais e terrenos baldios. Também são ressaltados os sintomas da doença.

Veja também