VI Mostra de Documentários apresenta 3 filmes nesta noite

Trabalhos, produzidos pelos alunos do 7º termo de Jornalismo da Escola de Comunicação da Unoeste, serão lançados por meio de uma live, às 19h30

VARIEDADES - JUAN GONÇALVES

Data 02/06/2021
Horário 08:30
Foto: Cedida/Juan Gonçalves
Documentário
Documentário

Pega a pipoca e o refrigerante, que esta semana tem evento online! Nesta quarta-feira, ocorre a VI Mostra de Documentários produzidos pelos estudantes do 7º termo do curso de Jornalismo da Escola de Comunicação & Estratégias Digitais da Unoeste. Três filmes serão lançados por meio de uma live nos canais do YouTube e Facebook TV Facopp.
A professora responsável pela disciplina de documentário, jornalista e doutora em Educação, Thaisa Bacco, conta que os temas apresentados neste semestre sustentam argumentos muito intrigantes e reúnem histórias preciosas. “A cada semestre, as turmas se superam e me enchem de orgulho”.
A estreia dos documentários está programada para as 19h30, com a presença de convidados especiais: o mestre em Comunicação, Luiz Dale e a mestre em Imagem e Som, Roberta Assef. Um chat online será disponibilizado nas plataformas, para que os espectadores possam interagir por meio de comentários ou perguntas com os produtores. 

"Cicatrizes" aborda sobre o coronavírus

O documentário, com 29 minutos e 46 segundos de duração, aborda histórias de pessoas que contraíram o novo coronavírus (Covid-19) e, mesmo após a desinfecção, ainda continuam com consequências incertas de um vírus pouco conhecido. Além de informar sobre o vírus SARS-CoV-2, o filme explora as sequelas emocionais e físicas de pacientes, como também explica sobre os tipos de tratamento.
O trabalho foi desenvolvido pelos alunos: Bruna Evelyn, Daniel Alvarez, Daniela Silva, Giovana Dias, Heloísa Lupatini, Jady Alves, Luana Souza, Mayson Martins e Milene Gimenez. O trabalho contou com a participação de 12 entrevistados.

Queda de cabelo é tema de "Por um fio"

“Por um fio” trata de cinco mulheres que se unem a um ponto em comum: a queda de cabelo. Em meio à perda, viram crescer a força para compartilharem suas histórias e processos de autoaceitação.  E você, o que faria se visse seu cabelo caindo todos os dias? É nesse momento que a esperança fica por um fio.
O documentário, que tem 22:12 segundos de filme, foi realizado pelos alunos: Bárbara Munhoz, Daniel Santana, Giovanna Guessada, Izabelly Fernandes, João Paulo Hercolino, Juan Gonçalves, Melissa Andrade, Natália Feitosa, Pâmela Lourenço e Richard Magalhães. Participaram cinco mulheres, quatro especialistas e uma doadora de cabelo.

"Nossa oferta" fala sobre benzimento

“Nossa oferta” acontece a partir de uma observação empírica de anúncios de benzedeiras nas ruas e redes sociais, onde os documentaristas notam diferenças entre este ritual que é divulgado e aquele que estavam acostumados a ver quando crianças, nas cidades interioranas onde moram. A partir disso, percebem que está cada dia mais difícil encontrar aquelas benzedeiras tradicionais, que defendem um dom passado de geração em geração. Começam a procurá-las ao mesmo tempo em que descobrem cursos, que ensinam o benzimento tradicional brasileiro.
Por meio dessas ideias diferentes sobre o mesmo ritual ancestral, questões bifrontais como dom e aprendizado ou negócio e tradição são discutidas por benzedeiras, instrutores de cursos, filósofo, sociólogo e pelos próprios documentaristas.
O filme, com nove entrevistados e 49 minutos e 3 segundos de duração, foi produzido pelos alunos: Bianca Alves, João Lucas Martins, Karoline Kol, Letícia Petile, Marco Vinicius Ropelli, Matheus Santiago, Noemi do Prado, Victória Domingos e Vinícius Coimbra. 

SAIBA MAIS
Ao total, 28 alunos se envolveram com as produções realizadas nos últimos 60 dias. Foram entrevistadas mais de 31 pessoas, em várias cidades e região. Além disso, são 30 horas gravadas de material bruto, que resultaram em 100 minutos editados nos três filmes produzidos!

Cedida/ Karoline Kol

“Nossa oferta” teve 9 entrevistados e acompanha tradicionais benzedeiras

Cedida/ Daniel Alvarez

"Cicatrizes" aborda histórias de pessoas com sequelas da Covid-19

Veja também