Volume de chuva em Prudente é superior a 100 milímetros

Maior acúmulo de intempéries se deve ao fato de uma frente fria avançar sobre a região sudeste do Brasil; previsão de chuva se estende até hoje, segundo prognóstico da Estação Meteorológica da Unoeste

PRUDENTE - WEVERSON NASCIMENTO

Data 18/08/2020
Horário 04:00
Weverson Nascimento  - Ontem, os pluviômetros já acumulavam o superior a 100 milímetros
Weverson Nascimento - Ontem, os pluviômetros já acumulavam o superior a 100 milímetros

Depois do mês de julho ter registrado um baixo volume acumulado de chuvas na região (menor que 2 milímetros), o início de agosto surpreendeu a todos. Neste fim de semana, uma frente fria chegou a Presidente Prudente e até a manhã de ontem os pluviômetros locais já haviam acumulado o superior a 100 milímetros.A previsão de chuva, portanto, se estende até hoje, segundo prognóstico da Estação Meteorológica “Professor Vagner Camarini Alves”, da Unoeste (Universidade do Oeste Paulista). Após esta temporada irá ocorrer a redução de temperatura entre quarta e quinta-feira, com previsão mínima próxima a 10°C. 
Conforme o professor e responsável pela Estação Meteorológica da Unoeste, Alexandrius de Moraes Barbosa, o maior volume de intempéries nos últimos dias se deve ao fato de uma frente fria avançar sobre a região sudeste do Brasil, a qual está localizado geograficamente o Estado de São Paulo e, consequentemente, Presidente Prudente. Para tanto, a ocorrência de chuva já era esperada, mas o volume superior a 100 mm, e até 120 mm em algumas áreas, surpreendeu do ponto de vista climatológico. 

Clima favorável

Esse volume já registrado favorece o clima da região e traz um alívio após o mês anterior ser caracterizado pelo menor volume de intempéries. “Além dos aspectos da saúde, essa chuva reduz o risco de incêndios, como também, promoverá o desenvolvimento de algumas culturas da região, como, por exemplo, pastagens, cana-de-açúcar, mandioca, batata-doce, entre outras”, explica o professor. 
Além da incidência de intempéries, o departamento registrou dois momentos com fortes rajadas de ventos – sábado, às 3h, com rajadas de 37 km/h, e no domingo, às 21h, com 47 km/h. Após a passagem desta frente fria, que deve perdurar até este domingo na região, o prognóstico de novas chuvas, segundo a estação meteorológica, será somente no mês de setembro.

SAIBA MAIS

Julho é caracterizado por menor volume de chuvas

Veja também