Cadastro biométrico garante exercício da cidadania

  • 17/09/2019 05:07

E a famosa frase “brasileiro deixa tudo para a última hora” mostra sua eficácia mais uma vez. Só em Presidente Prudente, mais de 57 mil eleitores ainda não fizeram o cadastramento biométrico, ação obrigatória para as próximas eleições. Em questão de minutos, o cidadão resolve esta pendência e não terá consequências negativas para sua vida.

Para tentar ajudar a população prudentina, um polo da Justiça Eleitoral foi instalado na Câmara Municipal da cidade. Sem hora marcada, o eleitor pode chegar e realizar seu cadastro rapidamente. Mais uma opção para tentar diminuir esta lista de faltantes. Mais uma oportunidade para que o cidadão fique quite com o órgão. São dez minutos que garantem seus direitos como eleitor e cidadão.

A biometria é uma tecnologia que confere ainda mais segurança à identificação do eleitor no momento da votação. Como noticiado nesta edição, o procedimento é feito no ato do atendimento em cartório ou em posto da Justiça Eleitoral e envolve a coleta das impressões digitais, fotografia e assinatura digitalizada de cada pessoa, além da atualização dos dados constantes no cadastro.

Difícil é saber como estes 57 mil eleitores serão atendidos até o prazo final, 19 de dezembro. Muita gente para ser atendida em pouco tempo. A Justiça Eleitoral, há meses, faz o trabalho de divulgação, por isso, é essencial que cada eleitor cumpra seu papel de cidadão do bem e faça isso o mais rápido possível. Pode ser que muitas pessoas fiquem de fora desta ação e as consequências serão sentidas futuramente.

O cadastro biométrico é uma garantia do exercício democrático, feito por qualquer cidadão eleitor. É essencial que as pessoas se preocupem em atualizar seus dados e formalizar a biometria. Corra! Ainda dá tempo de regularizar esta pendência.

 

ÚLTIMAS DO AUTOR