Mesmo fora das quadras, vôlei de Prudente se mantém ativo em casa

Técnico da equipe da Semepp, Fernando Fabin, diz que ficar sem treinar e jogar é muito difícil para todos; recomendação é que os atletas se exercitem

- OSLAINE SILVA

Data 11/04/2020
Horário 05:31
Arquivo Pessoal - Fabin diz que o importante é cada um fazer sua parte, ficar em casa, para logo estarem juntos Foto: Arquivo Pessoal - Fabin diz que o importante é cada um fazer sua parte, ficar em casa, para logo estarem juntos

“Dá saudades da rotina de treino e jogos. Todos que fazem parte da equipe amam o vôlei. E ficar fora das quadras, sem treinar, sem jogar é muito difícil para todos nós. Mas, o importante agora é nos mantermos em casa fazendo a nossa parte para que essa pandemia não se arraste por mais tempo. E possamos voltar a nossa vida normal”. Esta é a fala de Fernando Fabin, professor, técnico da equipe masculina de voleibol da Semepp (Secretaria Municipal de Esportes) de Presidente Prudente, sobre a paralisação não só do esporte, mas do mundo por conta de algo invisível aos olhos nus: o Covid-19, mais conhecido como novo coronavírus.

“OS MENINOS DO INFANTO-JUVENIL IRIAM COMEÇAR A FASE SUB-REGIONAL DOS JOGOS DA JUVENTUDE, EM MARÇO. O QUE TAMBÉM NÃO OCORREU COM A PARALISAÇÃO DE TUDO”

Fernando Fabin

Conforme Fabin, para que não percam a forma física e movimente-se nesse período de quarentena, a orientação que ele passa aos seus atletas é de que façam alguma atividade, exercício em casa. “É difícil porque geralmente o preparo físico não é o mesmo que em uma academia ou nos treinos em quadra. Mas ainda assim peço que se mantenham ativos para não sentirem tanto quando voltarmos”, salienta o técnico.

COMPETIÇÕES

COMPROMETIDAS

Sobre os campeonatos, Fabin lembra que a equipe está na Liga de Vôlei Maringá, qual teria rodada em maio, mas que também está parada. Ele diz não saber se será possível que a etapa seja realizada.

“Os meninos do infanto-juvenil iriam começar a fase Sub-regional dos Jogos da Juventude, em março. O que também não ocorreu com a paralisação de tudo. Estamos esperando que tudo isso passe logo para voltar às atividades. Embora, acredito que o calendário de competição da Secretaria do Estado de São Paulo vai ser comprometido e algumas competições não serão realizadas”, lamenta o técnico de vôlei, uma das modalidades esportivas que justamente é praticada em equipe e os abraços, o contato, fazem parte na comemoração de cada ponto entre os jogadores. “Que tudo isso logo passe!”

 

Veja também