É tempo de florescer 

Especialista em botânica explica o motivo de a primavera ser conhecida como a estação das flores, e isso tem tudo a ver com o inverno

PRUDENTE - MARCO VINICIUS ROPELLI

Data 03/10/2020
Horário 08:12
 Duda Martins - Além de embelezar as cidades, as árvores floridas se relacionam ecologicamente com a fauna    Duda Martins - Além de embelezar as cidades, as árvores floridas se relacionam ecologicamente com a fauna   Imagem:  Duda Martins - Além de embelezar as cidades, as árvores floridas se relacionam ecologicamente com a fauna  

Em latim, a palavra primavera quer dizer “primeiro verão”. É verdade que as temperaturas aumentam, os dias tornam-se pouco a pouco mais longos que as noites, mas o que realmente chama atenção das pessoas nesta estação do ano é o florescer das plantas. As flores, por sua vez, não estão, como o latim, tão preocupadas com o verão. A realidade é que elas são produtos de fatores do inverno. A primavera teve início em 22 de setembro.
O professor da Unoeste (Universidade do Oeste Paulista), mestre em Botânica com ênfase em Fisiologia Vegetal, Hilton Fabrício Vítolo, 32 anos, conta que o florescimento é a resposta da planta aos fatores externos (ambientais) e internos (endógenos, que se referem aos reguladores vegetais, aspectos nutricionais e outros fenômenos que ocorrem dentro da planta). 
Os ambientais, conforme ele, estão relacionados a fatores do inverno: as temperaturas amenas, o clima seco e, principalmente, o fotoperíodo curto, ou seja, dias menores e noites mais longas. “Como a primavera é a estação que vem logo após o inverno, é nela que se observa o ápice da resposta aos fatores”, explica. 
Esta dinâmica, entretanto, conforme o professor, nem sempre é a mesma. Sabe quando se vê o florescer de uma planta ainda no inverno, ou quando ela só vai dar flores quase no verão? Todas estas situações que ocorrem com algumas espécies, são influências do meio. Falta de água, excesso de calor, algum estresse causado à planta ou até o desajuste das estações do ano (visto que no oeste paulista chega ser difícil dizer que faz frio) pode adiantar ou retardar o processo de florada.

ESTÁ COMPROVADO QUE ÁREAS ARBORIZADAS EM CIDADES TENDEM A SER MAIS FRESCAS, SEM FALAR DA BELEZA QUE TEM A NATUREZA
Hilton Fabrício Vítolo

Ciclo da vida

A cultura ocidental, na qual inclui-se a brasileira, se apropria, e muito, daquilo que é cultura americana. No Natal, por exemplo, as crianças nas escolas todos os anos pintam de giz de cera um boneco de neve. Mas convenhamos, uma das verdadeiras culturas natalinas do Brasil são as dezenas de frutas na mesa da ceia. Dezembro no hemisfério sul, portanto, é um tempo de calor e frutas, é o verão, que demonstra o ciclo da vida. 
Aquelas flores que desabrocharam na primavera são polinizadas por insetos, aves, alguns mamíferos, durante o processo reprodutivo da planta, e no início do verão, dá origem às frutas e vagens, que, por suas vezes, protegem as sementes que dão origem a novas plantas. 
A importância de se ter vegetação em ambiente urbano, de acordo com Hilton, além da beleza das flores que chamam atenção da população e enchem de cores os feeds das redes sociais (especialmente de ipês que perdem todas as folhas, de modo que as flores se destaquem), é a interação entre fauna e flora evidenciada neste ciclo sem fim. Os insetos, aves, mamíferos, que vivem nas cidades, precisam das plantas para sobreviver, especialmente como forma de alimento, em contrapartida, as plantas precisam destes animais para seguirem o processo reprodutivo, seja pela polinização, ou pela dispersão de suas sementes.  
Por fim, o professor destaca a importância das árvores em locais densamente urbanizados, pois garantem conforto térmico. “Está comprovado que áreas arborizadas em cidades tendem a ser mais frescas, sem falar da beleza que tem a natureza”, pontua. 

SAIBA MAIS

Primavera

Secas no inverno e no início da primavera

Veja também