Avanço da vacinação e seus efeitos positivos

EDITORIAL - DA REDAÇÃO

Data 25/07/2021
Horário 04:52

Enquanto a realidade do novo “não tão novo assim” coronavírus era distante, vista por nós nos noticiários internacionais, em matérias em que, por exemplo, mostravam o tempo recorde em que a China construía hospitais para tratar seus pacientes infectados, mal podíamos imaginar o quanto a Covid-19 mudaria nossas vidas. Mais de um ano depois em que a pandemia assolou o Brasil, ainda estamos tentando nos acostumar ao tão propagado “novo normal”.
Em todo o tempo em que a vacina ainda não representava a nossa luz no fim do túnel, o cenário era de tristeza, preocupação, angústia e desamparo. Amigos e familiares internados, intubados, mortos. É óbvio que tal situação ainda se repete pelos hospitais, e que não podemos relaxar dos protocolos sanitários e distanciamento social, mas é inegável que a imunização tem surtido efeito extremamente positivo. Recentemente, este diário noticiou que na região de Presidente Prudente, 27 municípios não registraram óbitos em decorrência da doença na última semana. E é lógico que isso é reflexo da campanha de vacinação contra a Covid-19. 
Graças à ciência e ao SUS (Sistema Único de Saúde) estamos conseguindo, efetivamente, retomar nossa vida com mais segurança e tranquilidade. O Brasil é sim referência mundial em gestão de campanhas de vacinação, e isso tem feito a diferença. Com suas proporções gigantescas, o país verde e amarelo consegue implementar e oferecer gratuitamente à população um dos calendários vacinais mais completos do globo. Portanto, know-how não falta entre as equipes de saúde Brasil afora.
O avanço da imunização traz um alento muito grande. Em recente levantamento divulgado por este jornal, foi mostrado que todos os municípios da região têm ao menos 45% da sua população apta vacinada – ou com a primeira dose, ou com a dose única de um dos imunizantes em uso no Brasil. Muitas cidades regionais já estão até mesmo com os cronogramas mais avançados, inclusive atendendo jovens acima de 18 anos. 
Enfim conseguimos enxergar a vida com mais positividade. É claro que nada mais será como antes. Mas, para todos nós, certamente, a pandemia nos deixa uma preciosa lição: a vida é uma dádiva, e deve ser celebrada diariamente!

Veja também