Bebê encontrada em pasto será acolhida temporariamente

Recém-nascida abandonada pela mãe em local de pastagem, em Emilianópolis, será encaminhada provisoriamente a uma família acolhedora

REGIÃO - CAIO GERVAZONI

Data 13/10/2021
Horário 20:36
Foto: Weverson Nascimento
Após ser encontrada por moradores, recém-nascida foi levada até o Hospital Estadual, em Prudente
Após ser encontrada por moradores, recém-nascida foi levada até o Hospital Estadual, em Prudente

A recém-nascida encontrada por moradores em um pasto no Jardim das Flores, em Emilianópolis, na sexta-feira, será encaminhada de forma provisória e temporária pelo serviço de PSE (Proteção Social Especial) do município a uma família participante do programa Família Acolhedora de uma cidade da região de Presidente Prudente. “A família acolhedora, desde sexta-feira, está acompanhando a criança no hospital, porque já foi passada a guarda provisória através do Conselho Tutelar”, declarou o PSE de Emilianópolis. O município de destino não foi divulgado pelo órgão para proteger a menina e a família. 
De acordo com o órgão, após ser resgatada, a bebê foi levada até o Hospital e Maternidade Estadual Doutor Odilo Antunes de Siqueira, em Presidente Prudente. “Estamos com o processo em andamento. No caso, a criança ainda está no hospital. Ela terá alta provavelmente hoje. Até então, ela não tem registro legal. A gente tem que esperar um parecer do promotor para ver para com quem a criança vai ficar: se vai para uma família extensa ou se vai para os avós”, pontua.  
Na última sexta-feira, O Imparcial noticiou o caso da recém-nascida abandonada pela mãe. Segundo a Polícia Civil de Presidente Bernardes, que atendeu a ocorrência, a mulher foi presa em flagrante. Após a audiência de custódia, a mãe da criança foi direcionada para cumprir prisão domiciliar. 

Família Acolhedora

O programa Família Acolhedora é desenvolvido e supervisionado pelo Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social) em vários municípios do país. O intuito do serviço é destinado às famílias que tenham disposição e carinho para adotar de forma provisória crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social e familiar. 

SAIBA MAIS

Recém-nascida é abandonada em pasto

Veja também