Bolivianos são presos com pasta base de cocaína no estômago 

Grupo informou que receberia $500 dólares para levar cerca de 237 invólucros da droga à capital paulista

REGIÃO - ROBERTO KAWASAKI

Data 28/05/2021
Horário 10:08
Foto: Polícia Militar
Acusados informaram aos policiais que levariam a droga à capital paulista
Acusados informaram aos policiais que levariam a droga à capital paulista

A Polícia Militar prendeu quatro bolivianos por tráfico internacional de drogas. O grupo foi detido na noite de ontem, na Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294), em Irapuru. Após exame médico, foi constatado que os indivíduos estavam com invólucros de pasta base de cocaína no estômago. 

De acordo com o 25º BPM/I (Batalhão de Polícia Militar do Interior), a equipe recebeu denúncia de que havia um veículo estacionado próximo ao km 644 da rodovia. O que levantou suspeita do denunciante, segundo a polícia, é que no carro entraram três pessoas, que seguiram em direção a Junqueirópolis. 

Diante disso, a Polícia Militar foi ao trevo da cidade onde observou o momento em que o veículo passou e seguiu viagem. Na sequência, os militares fizeram acompanhamento até a abordagem, que ocorreu nas imediações do trevo de Irapuru.

No carro, de acordo com a polícia, havia cinco pessoas, sendo quatro passageiros bolivianos. 

Exame de raio-x

Durante o procedimento de busca pessoal, nada de ilícito foi encontrado, nem mesmo no automóvel, que também estava com a documentação em ordem. No entanto, os policiais perceberam que os passageiros apresentavam um certo nervosismo, o que chamou a atenção.

Os indivíduos foram conduzidos à Santa Casa de Junqueirópolis onde passaram por exames de raio-x. De acordo com a Polícia Militar, foi constatado que todos os bolivianos portavam entorpecentes em seus estômagos. O motorista também foi submetido ao exame, o qual não localizou nada de ilícito. 

Devido à circunstância, os passageiros confessaram o tráfico de drogas. Segundo a polícia, eles disseram que ingeriram as substâncias em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, e seguiram de ônibus até a cidade de Puerto Quijarro. De lá, atravessaram a fronteira a pé até o terminal rodoviário de Corumbá (MS). 

Contratados para o tráfico

O grupo ainda relatou que da cidade sul-mato-grossense, contrataram o motorista para os levar  até São Paulo, destino final da viagem. Pelo transporte da droga, cada um dos bolivianos receberiam $500 (dólares), no entanto, não informaram para quem iriam levar os entorpecentes.

Também ouvido pelos policiais, o condutor disse que trabalha com veículo alugado - serviços de viagens, e que pegou os quatro passageiros na rodoviária de Corumbá. Com o grupo, combinou a quantia de R$ 3 mil para fazer a viagem até a capital paulista. 

Os quatro indivíduos e o motorista receberam voz de prisão em flagrante, e por se tratar de tráfico internacional, o caso será investigado pela Polícia Federal.

No total, foram apreendidos 237 invólucros de pasta base de cocaína, os quais foram expelidos ainda na Santa Casa, após os acusados tomaram laxante.

SAIBA MAIS

Polícia detém 3 bolivianos por tráfico internacional de drogas

Ação da polícia detém 4 bolivianos por tráfico internacional

Polícia prende boliviano com cocaína atada na cintura

Boliviano é flagrado com 79 cápsulas de drogas em Caiuá

Veja também