Publicidade

Carreata conscientiza doação de medula óssea

Ação ocorrerá neste domingo e terá concentração de veículos na Casa da Criança, no Parque Watal Ishibashi; iniciativa é resultado de uma campanha em prol da jovem Marinara Castro da Silva

REGIÃO - WEVERSON NASCIMENTO

Data 19/07/2020
Horário 06:01
Reprodução Facebook: A jovem luta desde novembro contra um linfoma e um quadro de leucemia Foto: Reprodução Facebook: A jovem luta desde novembro contra um linfoma e um quadro de leucemia

Gestos de solidariedade mostram o quanto o prudentino é benevolente para com o próximo. Nesta terra centenária, inúmeras campanhas já fizeram e fazem a diferença na vida de tantas pessoas. Uma delas ocorrerá neste domingo, às 15h30, a fim de conscientizar a população sobre a doação de medula óssea. A carreata, que terá concentração na Casa da Criança, no Parque Watal Ishibashi, é resultado de uma campanha em prol de Marinara Castro da Silva, que precisa de doações de sangue e um doador com compatibilidade para doação de medula. A jovem, de 24 anos, luta desde novembro contra um linfoma e um quadro de leucemia. 

Conforme uma das pessoas envolvidas na ação, Janaína Aparecida de Jesus, a carreata visa conscientizar o cadastro no Redome (Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea), um banco de dados financiado pelo Ministério da Saúde com informações de possíveis doadores, para quem precisa de transplante de medula óssea. “Quanto mais cadastros, mais chances dela ou de outras pessoas conseguirem um doador”, explica Janaína. Mais que um gesto social, a campanha também visa salvar vidas. “A importância é que sendo um doador de medula ou de sangue, você pode salvar uma vida”.

Ponto de partida

Após concentração de veículos na Casa da Criança, no Parque Watal Ishibashi, a carreata irá percorrer o Brasil Novo e em seguida o Conjunto Habitacional João Domingos Netto. Após todo o percurso, a campanha será finalizada no local de partida (Casa da Criança). Segundo a organização, a ação poderá mobilizar até 80 pessoas em seus respectivos veículos. Para seguir com os protocolos de higiene diante da pandemia, o grupo confeccionou máscaras que serão distribuídas no local. Desta forma, dentro do próprio carro, a pessoa não terá contato com outros participantes.

Cadastro Redome

Para ser um possível doador de medula, basta procurar o hemocentro e agendar uma consulta de esclarecimento ou palestra sobre doação de medula óssea. O voluntário à doação irá assinar um TCLE (termo de consentimento livre e esclarecido), e preencher uma ficha com informações pessoais. Será retirada também uma pequena quantidade de sangue (10ml) do candidato a doador. A amostra coletada, por sua vez, será analisada por exame de HLA (histocompatibilidade), um teste de laboratório para identificar as características genéticas que vão ser cruzadas com os dados de pacientes que necessitam de transplantes e determinar a compatibilidade.

Após a coleta de dados pessoais e o tipo de HLA, o doador será incluído no Redome. Para tanto, quando houver um paciente com possível compatibilidade, a pessoa será consultada para decidir quanto à doação. Por este motivo, é necessário manter os dados sempre atualizados. Para seguir com o processo de doação serão necessários outros exames para confirmar a compatibilidade e uma avaliação clínica de saúde. Somente após todas estas etapas concluídas o doador poderá ser considerado apto e realizar a doação.

Para ser um doador é necessário ter entre 18 e 55 anos de idade, estar em bom estado geral de saúde, não ter doença infecciosa ou incapacitante, não apresentar doença neoplásica (câncer), hematológica (do sangue) ou do sistema imunológico. Algumas complicações de saúde não são impeditivas para doação, sendo analisado caso a caso. As informações obtidas por esta reportagem foram retiradas da página do Ministério da Saúde.

Serviço

A campanha em prol da Marinara e outras pessoas, busca incentivar a doação de sangue no Banco de Sangue do HR (Hospital Regional) Doutor Domingos Leonardo Cerávolo, das 7h às 17h, todos os dias da semana, além de conscientizar a coleta para compatibilidade de medula no Hemocentro, anexo à Santa Casa de Misericórdia de Prudente, de segunda a sexta, das 8h às 11h e da 13h às 17h. Aos sábados o local funciona das 7h às 13h. Para mais informações sobre a campanha, a organização disponibiliza o contato (18) 99688-9908.

 

Veja também