Como usar tecnologias para vendas de produtos ou serviços?

Luis Isique

COLUNA - Luis Isique

Data 20/06/2020
Horário 06:00

Para vender produtos ou serviços, é preciso pensar em como se relacionar com as pessoas. Reflita e responda a pergunta a seguir. Como você consome um serviço?

Lembre-se, se você está lendo este conteúdo da plataforma digital do jornal O Imparcial, já clica em curtir e comenta sobre este conteúdo. Obrigado! Vai lá, eu espero aqui….

Possivelmente a resposta seria, passando em uma rua, vejo a fachada de uma empresa e entro e pergunto sobre o produto ou serviço, depois pergunto o preço e comparo com outros fornecedores ou já compro. Outra possível resposta é: entro na internet e busco pelo produto ou serviço no Google.

Independente de como você busca o que está precisando, você se relaciona primeiramente com a empresa ou pessoa. No mundo de hoje, essa empresa ou pessoa está ou deveria estar na internet, com uma página e todas as redes sociais bem ativas.

No YouTube, por exemplo, você pode criar um canal e colocar vídeos sobre o serviço ou produto que você vende, mas cuidado, faça vídeos sem querer vender para a pessoa, dê apenas dicas de como fazer o que você faz. Parece estranho ensinar pessoas a fazer o que você vende, mas é essencial para as pessoas sentirem confiança no seu trabalho, só ensina quem sabe, inconscientemente as pessoas saberão que você é bom no que faz.

Outra tecnologia muito boa para colocar seu produto na internet, são as plataformas de e-commerce, criar uma página de internet é caro e muito difícil fazer sozinho, porém, hoje tem plataformas que possuem planos gratuitos disponíveis, é o caso da www.lojaintegrada.com.br, que permite colocar fotos dos produtos e pagamento por cartão de crédito, boleto e outras que você precisar.

O PicPay, que é um aplicativo de carteira digital, tem a opção de se tornar fornecedor também, a pessoa pode pagar seu produto ou serviço através do aplicativo, que o dinheiro vai direto para sua carteira digital, que por sua vez, você pode pagar postos de gasolina, açougue, mercado, loja de conveniência dentre outros tipos de comércio. O próprio WhatsApp iniciará a opção de pagamento através do aplicativo em breve aqui no Brasil.

Os bancos ou cooperativas de crédito também já estão trabalhando com essas opções de pagamento entre empresas e pessoas. Você com o aplicativo da instituição financeira já pode gerar links para enviar para outras pessoas pagarem, e o dinheiro cai direto na sua conta.

Agora, se você não tem um produto ou serviço, fica tranqüilo (a), será o tema do próximo artigo.

Comenta, curte e compartilha este texto.

 

 

Veja também