Covid-19: região tem variação significativa no nº de internações

Na última semana, a primeira de flexibilização, taxa aumentou em 60% nos hospitais, em relação ao mesmo período de sete dias anteriormente

REGIÃO - THIAGO MORELLO

Data 11/06/2020
Horário 05:20
Reprodução: Cada critério também respeita as cores das fases, conforme o desempenho Foto: Reprodução: Cada critério também respeita as cores das fases, conforme o desempenho

Um dos critérios adotado pelo Governo do Estado de São Paulo para dar mais ou menos flexibilização para as DRSs (Departamento Regional de Saúde), é a variação no número de internações por conta da Covid-19. Explicando melhor, se a quantidade de pessoas internadas diminuiu ou aumentou. Pois bem, na última semana, que foi a primeira com o afrouxamento da quarentena, a região de Presidente Prudente teve a segunda pior taxa: 60% a mais, se comparado com o mesmo período de sete dias anteriormente.

Para tanto, o Estado analisou as duas últimas semanas, sendo a primeira do dia 26 de maio a 1º de junho e de 1º junho 8 de junho. “No período mais recente, houve 72 novas internações. No intervalo semanal anterior, esse número foi de 45”, explica o governo estadual, e que mostra a variação de 60%. Já em relação ao número de casos, o crescimento foi de 75%, passando de 79 para 139 novos casos; e de óbitos, ficou em 50%, uma vez que foram quatro mortes no primeiro período informado, e seis na última semana.

A DRS-11, que representa 43 municípios da região, perde apenas para a DRS-5, em Barretos. Ambas as regionais foram as únicas, que em todo território paulista regrediram duas fases de flexibilização, deixando a amarela e partindo para a vermelha, com a restrição máxima.

Essa variação nas internações é um dos critérios na área da saúde adotado pelo Executivo estadual. Mas além disso, é verificado os índices relacionados à taxa de ocupação de leitos na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para a Covid-19; quantidade desses leitos para cada 100 mil habitantes; novos casos nos últimos sete dias; e quantidade de óbitos, também nos últimos sete dias. E em cada uma delas, também se respeita as cores das fases de flexibilização, conforme cada desempenho da DRS (veja tabela).

E na DRS-11, de Prudente, a situação está da seguinte forma: a taxa ocupação em leitos de UTI é de 52%; são seis leitos para cada 100 mil habitantes; a variação de novos casos ficou em 75%; a de internações em 60%, como informado; e a de óbitos com 50%. Cabe lembrar que todos os dados foram informados pelo Estado, em coletiva de imprensa realizada ontem, e são referentes ao dia 8 de junho, segunda-feira, quando completou uma semana de flexibilização.

 

ÍNDICES DA DRS-11

Capacidade hospitalar

Taxa de ocupação de leitos de UTI/Covid-19

52%

Leitos Covid-19 (100 mil habitantes)

6

Evolução da pandemia

Variação novos casos

75%

Variação internações

60%

Variação óbitos

50%

Fonte: Governo do Estado de São Paulo                      

Covid-19: região tem variação significativa no nº de internações
Região dialogará com o Estado para subir de fase

Setores da economia reprovam retrocesso

Covid-19: região tem variação significativa no nº de internações

 

 

 

 

 

Veja também