Em São Paulo

Homéro Ferreira

COLUNA - Homéro Ferreira

Data 10/12/2020
Horário 04:19

O Plantão pergunta ao prefeito Nelson Roberto Bugalho (PSDB) como será a vida dele assim que concluir o mandato no dia 31 deste mês. Diz que reassumirá suas funções de promotor no Ministério Público; mas será em São Paulo. Não sabe em quais atribuições.

Cargo no governo

Por ter sido vice-presidente da Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) e ser do mesmo partido que o governador João Doria, é feito o questionamento se voltará a ocupar algum cargo público. Diz que não teve nenhum convite até o momento.

Se for convidado

Caso venha a ser convidado, comenta que primeiro terá que avaliar. Depois, dependeria da aprovação do Conselho Superior do Ministério Público, considerando que as autorizações são possíveis somente para determinados cargos.

Sem cogitação

Questionado se pretende novamente ser candidato a prefeito, respondeu que não mais disputará eleições para esse cargo majoritário. Sendo assim, a tentativa de reeleição encerrou a pretensão de voltar o a ser prefeito.

Resposta negativa

Sobre disputar novamente uma eleição proporcional, comenta que faltaram poucos votos para ter sido eleito deputado federal em 2014, mas que ainda não pensou nisso. E diz mais: “hoje a resposta seria negativa”. 

Vida dinâmica

O Plantão quis saber o que ficará marcado como lembrança da vida de prefeito. Nelson Bugalho diz que a vida de prefeito é bastante atribulada, que todos os problemas da cidade convergem para o prefeito e isso torna a vida bastante dinâmica.

Vida de trabalho

Por fim, comenta que sempre se dedicou muito às suas atividades profissionais e tem certeza de que fará o mesmo a partir de janeiro, seja lá o que estiver fazendo. Afirma que a sua vida sempre foi de muito trabalho e continuará sendo.

Posição assumida

O medalhista olímpico André Domingos assume posição junto a outros atletas e entidades desportivas contra a pretendida demolição do Complexo Esportivo Constâncio Vaz Guimarães, no Parque do Ibirapuera, em São Paulo. 

Primeiro passo

A área seria destinada à construção de arena multiuso, incluindo hotel e shopping, após privatização pretendida pelo governador João Doria (PSDB). E o primeiro passo já teria sido dado nesse sentido, com a rejeição do tombamento do complexo.

Sentença de morte

A rejeição à proposta do tombamento foi decida em reunião virtual do Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico. Recusa recebida como sentença de morte à memória esportiva e cultural de São Paulo e do Brasil.

Quatro em um

O complexo esportivo do Ibirapuera compreende os ginásios de esporte Geraldo José de Almeida e Mauro Pinheiro; o Estádio de Atletismo Ícaro de Castro Mello; e o Parque Aquático Caio Pompeu de Toledo.

Qualquer quantia

Carim (Associação de Apoio ao Paciente Renal Crônico e Transplantado) busca contribuição para construir o Hospital do Rim do Oeste Paulista: CNPJ 06.987.421/0001-34; Banco Caixa Econômica Federal, agência 4141, conta 327-7.

Veja também