Empreender no ambiente digital exige planejamento do negócio

Docente do Senac de Prudente dá dicas para quem deseja iniciar uma marca online; apostar em marketplaces é opção econômica

PRUDENTE - DA REDAÇÃO

Data 19/07/2021
Horário 15:50
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
E-commerce e marketplace podem ser canais de venda efetivos
E-commerce e marketplace podem ser canais de venda efetivos

Com o avanço tecnológico, o crescimento das mídias sociais e o impacto da pandemia, ficou cada vez mais claro que a presença online é fundamental para os negócios. Segundo pesquisa realizada pela Neotrust, a partir de dados de compras no e-commerce brasileiro, o primeiro trimestre de 2021 registrou um crescimento de 57,4% nas vendas online em comparação com o mesmo período de 2020.

Ao todo, foram realizadas 78,5 milhões de compras online apenas nos primeiros três meses deste ano. Esta quantidade resultou em um faturamento de R$ 35,2 bilhões, alta de 72,2% em relação ao primeiro trimestre do ano passado.

Motivadas pela tendência de alta e por algumas vantagens econômicas, hoje, muitas empresas já nascem e vivem toda a sua trajetória no ambiente digital. No entanto, não basta querer iniciar um negócio. Assim como qualquer ambiente de trabalho, o empreendedor precisa estar preparado para as exigências do mercado.

“Para quem está pensando em empreender, deve começar fazendo uma autoavaliação e, em seguida, uma análise de mercado. Pense em segmentos que você goste e que conheça, mesmo que do ponto de vista de cliente. Daí analise se existem oportunidades nesse mercado. Enxergou uma oportunidade? Se sim, é hora de fazer um planejamento do negócio”, explica Murilo Toledo de Andrade Oliveira, docente da área de administração e negócios do Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) de Presidente Prudente.

Para ajudar nesse processo, Murilo preparou algumas dicas, uma espécie de guia prático para quem deseja empreender no mundo digital.

1 - Crie uma marca - pesquise uma marca que ainda não esteja sendo usada na internet. Também é recomendado que ela seja registrada.
2 - Estude o seu público-alvo - entender seu público-alvo possibilitará posicionar sua marca melhor e conquistar mais clientes.
3 - Elabore uma estratégia de comunicação - as mídias sociais são excelentes ferramentas de comunicação para sua empresa. Mas não é só sair postando fotos ou vídeos. É preciso elaborar uma estratégia baseada em conteúdo e relacionamento com seu público de interesse.
4 - Defina os canais de venda - você pode ter um site próprio, neste caso, um e-commerce, ou usar um marketplace, com plataformas de comércio online já existentes.
5 - Organize os processos da empresa - ter processos estruturados garantem a qualidade na separação e entrega dos produtos. Deixe sempre claro para o cliente em que etapa do processo está o seu pedido.
6 - Planeje o seu investimento e os gastos desse modelo de negócio – um planejamento financeiro é fundamental para a saúde do seu empreendimento.
7 - Atualize-se constantemente - no segmento online, estão surgindo frequentemente novas ferramentas de vendas e de gestão, esteja sempre atualizado e mantenha seu negócio alinhado às expectativas dos seus consumidores.
Dica extra - Uma dica para quem quer começar é usar o MVP, sigla em inglês para Produto Mínimo Viável. Isso significa construir a versão mais simples e enxuta de um negócio, empregando o mínimo possível de recursos para entregar a principal proposta de valor da ideia e, assim, poder testar a viabilidade do negócio. Um site próprio demanda grande investimento na sua elaboração e também com publicidade para torná-lo conhecido. Esse alto investimento pode tornar o negócio menos interessante para o empreendedor. Uma maneira mais barata de começar, para quem tem pouca ou nenhuma experiência em vender online, são os marketplaces: o investimento inicial é muito baixo ou é zero; a maioria das taxas são variáveis, ou seja, só ocorrem se você vender; as plataformas de criação de anúncio são fáceis e intuitivas; e os marketplaces já possuem um bom fluxo de usuários, o que aumenta a visibilidade dos seus produtos.

Capacitação

Entender o ambiente digital e estar qualificado para empreender são passos importantes para o sucesso. E o Senac de Presidente Prudente conta com cursos livres voltados para quem deseja empreender online ou aprender mais para investir em seu negócio já existente. Entre as ofertas, estão Publicidade Digital para o Comércio Varejista; E-commerce: do planejamento à execução; Gestão da Logística no E-commerce; entre outros.
Para conhecer mais sobre os cursos do Senac de Prudente, saber sobre as inscrições, bolsas e descontos, basta acessar o Portal Senac (sp.senac.br/senac-presidente-prudente).

Veja também