Empresas oferecem reajuste de 8% para funcionários

PRUDENTE - Victor Rodrigues

Data 15/07/2016
Horário 10:47
 

As empresas de ônibus TCPP (Transporte Coletivo de Presidente Prudente) e Pruden Express apresentaram a proposta de reajuste salarial de 8% para os motoristas e cobradores, e o vale-alimentação de R$ 350 deverá subir para R$ 400. De acordo com Waldir Nole Schiavão, presidente do Sintrattepp (Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Terrestres de Presidente Prudente e Região), ele se reuniu na manhã de ontem com  Paulo Humberto Neves Gonçalves, um dos diretores das empresas, para tratarem o assunto. "Ainda não fechamos. Vou conversar com os demais colegas do sindicato para analisarmos a situação. Se tiverem de acordo, aceitaremos. Mas o avanço na negociação já me contenta", relata.

A categoria pede reajuste salarial de 15% e as propostas das empresas começaram por 3,5%, passaram por 5,5%, e ontem avançaram para 8%. "Até segunda-feira deveremos ter uma posição sobre isso", comenta o sindicalista. Procurado pela reportagem, Paulo Humberto confirma que houve o encontro e diz que a situação continua em aberto, sem definições, por enquanto.

Como já informado em O Imparcial, os funcionários do sistema circular coletivo de Prudente têm sinalizado greve desde o fim do mês passado. Como noticiado na ocasião, os motoristas circularam com os faróis acesos no dia 30 de junho para demonstrar o estado de alerta. As negociações tiveram início em maio, data-base da categoria.

O sindicalista está esperançoso com uma proposta melhor em virtude do aumento da tarifa dos ônibus que passou de R$ 3 para R$ 3,25 desde ontem. "A receita deverá melhorar a partir de agora, e o problema para atender nosso pedido é a falta de recursos, devido à crise financeira", expõe.

As empresas expõem que a alteração de preços é necessária para recompor os gastos com a manutenção dos serviços, já que os itens envolvidos no transporte coletivo também sofrem reajustes periódicos.

Veja também