Espaço para ideias inovadoras em Prudente

PRUDENTE - DA REDAÇÃO

Data 06/03/2020
Horário 07:18
Arquivo - Bruno: “Oferecemos infraestrutura e muito networking”
Arquivo - Bruno: “Oferecemos infraestrutura e muito networking”

Aqueles que se fixam na Fundação Inova Prudente, em Presidente Prudente, têm uma série de benefícios, até melhores do que os oferecidos em grandes cidades, assim como explica Danilo Rizzo, criador da Pencil GRC, que presta serviços no ramo de ética e governança coorporativa, residente no espaço compartilhado no Bloco C.

O empreendedor inovador veio da cidade de São Paulo (SP), com o objetivo claro de se instalar na Inova pelos benefícios que a fundação e a cidade lhe oferecem. “Eu entendo que a Inova atrai uma certa curiosidade das empresas, que com o tempo passaram a olhar mais ainda para os serviços que são prestados daqui e veem ela e todas as empresas que aqui estão como parceiros”, comenta Danilo.

Danilo pensa em expandir sua empresa e até evoluir dentro da fundação. Atualmente, a Pencil GRC está na modalidade de escritório virtual, o que lhe permite utilizar as mesas do espaço térreo do Bloco C. “Logo que saiu o edital para que pudéssemos ter uma vaga aqui na Inova, eu me candidatei, sem nem mesmo morar aqui”, destaca. “Em São Paulo, eu fui conhecer espaços de coworking, com valores inflacionados, e em alguns até minha atividade nem era aceita, então, a Inova abriu essa porta para mim, a um custo muito atraente. Eu pago um valor quase simbólico pela estrutura que a fundação me proporciona”, pontua.

Já a iBati é uma empresa que faz a gestão em sinistros de veículos para estacionamentos. Atualmente, a plataforma atende todo o território nacional e já conta com mais de 20 funcionários em seu corpo total, sendo sete deles de Prudente.

A startup, que nasceu da observação das resoluções dentro de uma oficina mecânica, está na Inova desde o final de 2019 e não pretende ir embora, com planos de se fixar no HUB018, um complexo para empreendedores cujas obras foram autorizadas nessa semana pelo prefeito Nelson Roberto Bugalho (PSDB) em evento no auditório.

“Nós ficamos apaixonados pela Inova; aqui é contagiante, inspira o jovem e quem quer empreender, e nós fomos muito bem acolhidos aqui dentro”, declarou o CEO da iBati, Rafael Rosa Santoro. “Toda essa estrutura nos passou muita segurança para criarmos nossa base aqui em Prudente”. Segundo ele, a empresa poderia ter escolhido qualquer local da cidade para se fixar, mas isso iria os afastar do contato que a iBati pode ter com as outras 25 empresas que convivem na fundação. “Aqui estamos conectados com tudo que há de mais inovador na cidade”, completa.

“Todo esse networking é muito importante para que nosso trabalho seja divulgado”, pontua o diretor de tecnologia Victor Damaceno, “A Inova é uma vitrine para todas as empresas que aqui estão”.  Rafael diz poder resumir a experiência de estar na Inova com uma palavra: “inspiração”. “Depois da inspiração, vem o networking, vem a conectividade, vêm a arquitetura e o layout do lugar, vêm todas as condições que a Prefeitura disponibiliza para conseguimos desenvolver nossos talentos”, pontua Rafael.

INFRAESTRUTURA

E NETWORKING

Não é só a possibilidade de ter um endereço postal que atrai os empreendedores, como explica o diretor da fundação, Bruno Carnelóss. “Oferecemos infraestrutura e muito networking num ambiente que tem tido um crescimento orgânico e bastante natural nos últimos meses. A Inova tem pouco mais de um ano e esta iniciativa de permitir que empresas se instalem em nosso ambiente tem alguns meses, com excelentes resultados”.

As vantagens não são somente para os usuários do local. O município também é beneficiado com a receita das locações dos espaços e com os tributos gerados pelas operações desenvolvidas no local. Bruno também cita que o coworking é um projeto diferenciado da Prefeitura, pois caminha para sua autossustentabilidade: “Os valores que estas empresas pagam à fundação em breve deixarão este espaço totalmente autossustentável”, referindo-se às despesas geradas no Bloco C em comparação com as receitas que o próprio bloco produz.

Importante lembrar que o orçamento anual da fundação, em torno de R$ 1,2 milhão, custeia diversos projetos. “Só no InovaKids, são 2 mil crianças atendidas em oficinas de robótica, ciências, informática, além de 200 acadêmicos da Univesp e centenas de frequentadores de nossos eventos”, explica o diretor. “Apenas uma fração deste orçamento é aplicado no coworking, que em breve será totalmente custeado pelos seus usuários”.

ESPAÇO

DEMOCRÁTICO

A Inova também acolhe empreendedores da região. É comum ver profissionais e acadêmicos das cidades de Pirapozinho, Álvares Machado e Bernardes compartilhando o local. Projetos em fase final de aceleração, que recebem bolsa-auxílio inovação, também têm seus integrantes frequentando a Inova. É o caso do Valdério (projeto CockPit) e da Letícia (projeto Love4Kids), que tem projetos incubados na Intepp (Incubadora Tecnológica de Presidente Prudente), mas que fazem uso semanal do espaço como forma de contribuir para todo o ecossistema. A academia também está bem representada da Inova. Alunos de todas as instituições de ensino fazem uso do espaço que, por ser municipal, acaba atraindo atenção de todos, independente de onde estudam.

Veja também