Publicidade

Ex-técnico da seleção de caratê é sim prudentino!

Carioca da gema, Lacombe - que se tornou filho de Prudente e grandes conquistas trouxe para a cidade - é o homenageado desta edição pela Semepp

Esportes - OSLAINE SILVA

Data 14/08/2020
Horário 07:00
Cedida - Lacombe iniciou no caratê com apenas 11 anos de idade Foto: Cedida - Lacombe iniciou no caratê com apenas 11 anos de idade

Mais um homenageado pela Semepp (Secretaria Municipal de Esportes de Presidente Prudente), que segue com suas atividades paralisadas, por conta da pandemia do novo coronavírus. Desta vez o profissional exaltado é o professor e ex-técnico de caratê da pasta, 7º Dan da Confederação Brasileira de Karatê, Luiz Otávio Aranha "Lacombe", 61 anos. Ele foi, inclusive, técnico da seleção brasileira da modalidade por duas décadas!
Ele começou cedo na modalidade, aos 11 anos de idade. Ainda garoto, além do caratê, se arriscou também no atletismo pela escola, disputou jogos estudantis de Brasília correndo 100 metros e ficando em 8º lugar. Chegou a fazer natação e judô, mas em ambas as modalidades, não disputou nenhuma competição. Já no caratê, foi bicampeão de katá e luta em Brasília, entre 1975 e 1976. Como atleta da Seleção Carioca, ele que é nascido no Rio de Janeiro, foi campeão carioca e vice-campeão brasileiro em 85. Depois, começou a se aperfeiçoar como professor. 
“Dei aula de caratê no América Futebol Clube, no Rio, por muitos anos. Em 88, eu cheguei a Presidente Prudente e, no corrente ano, disputando os Jogos Regionais, fui campeão na categoria máster, período este que culminou o encerramento da minha carreira como atleta”, conta.

Trajetória em Prudente

Em 88, Lacombe abre sua primeira academia em Prudente, com o nome Nagai Kan. Dois anos depois, em 90, passou a ser técnico na Amepp (Autarquia Municipal de Esporte de Presidente Prudente). Neste período, a equipe obteve 11 títulos nos Jogos Regionais, e, em 95, alcançou uma grande façanha, que foi o título dos Jogos Abertos, em São José do Rio Preto, quebrando a hegemonia de Guarulhos que vencia há dez anos. 
Lacombe também ministrou aulas de caratê em alguns polos da Amepp: no Parque Alvorada, na Escola Professor Ditão (Cohab); e também na Apea (Associação Prudentina de Esportes Atléticos).
“Falar do meu trabalho em Prudente e não agradecer aos meus atletas seria injusto da minha parte. Sou muito grato a cada um deles que ao longo dos anos e das competições, foram dedicados e comprometidos com a cidade. Agradeço ao povo de Prudente que me acolheu e me recebeu com tanto carinho. Sou cidadão prudentino, e tenho muito orgulho de ter recebido esta honraria da Câmara Municipal”, agradece Lacombe.

Seleção e boas lembranças

Lacombe diz que é claro que já viveu muitos momentos marcantes e emocionantes ao longo de sua carreira. Mas um deles que jamais esquecerá foi no Mundial de Johanesburgo, na África do Sul. Neste campeonato, a equipe brasileira conquistou 15 medalhas. “Fomos ainda sete vezes campeão Pan-Americano, seis campeão sul-americano. Ainda como treinador, participei como técnico dos Jogos de Winnipeg no Canadá, onde ganhamos 11 medalhas, sendo uma de ouro, quatro de prata e seis de bronze”, recorda.

Fotos: Cedidas
Lacombe
Muitas foram as conquistas em 20 anos de Seleção Brasileira

Lacombe
Em Prudente, ele deu aulas em sua academia e em polos da cidade

Veja também