Publicidade

FINADOS

REGIÃO - TONINHO MORÉ

Data 01/11/2019
Horário 02:14

Hoje está sendo registrado um bom movimento no Cemitério Municipal de Presidente Venceslau e amanhã há o aumento considerável de veículos na cidade e visitação no campo santo, devido à presença de pessoas que moram em outras localidades e nesta data vêm visitar os entes queridos sepultados.

DETENTOS NA LIMPEZA

Durante a semana, cerca de 10 reeducandos da Penitenciária Zwinglio Ferreira trabalharam no cemitério, auxiliando os funcionários municipais na limpeza do local. A diretoria do presídio tem cedido os mesmos para vários serviços comunitários dentro de um programa de readaptação social.

LAR ACONCHEGO

Outro local onde temos a presença frequente de detentos é na obra de construção da sede própria do Lar Aconchego, em Presidente Venceslau. Trata-se da viabilização de um projeto de 700 metros quadrados nas proximidades do Coroados Tênis Clube. O Lar Aconchego abriga crianças e adolescentes em risco social.  

ACADEMIA NO COROADOS

E falando em Coroados, o clube venceslauense deu uma guinada desde a entrada da nova diretoria. Depois de melhorar vários setores e efetuar reforma total em suas dependências, agora está construindo uma academia moderna, grande e confortável. Show!

COMITIVA DO HELINHO

O Lar Aconchego trabalha na busca de recursos para erguer sua sede própria e realiza no dia 10 de novembro, domingo, um almoço com a famosa Comitiva do Helinho de Campo Grande (MS). É um dos maiores cozinheiros do país, que vem na cidade servir os pratos de seu famoso cardápio tropeiro, baseado em churrasco. Muito bom. Os ingressos individuais custam R$ 50. O almoço será na Hidroplan.

INDIGNAÇÃO E TRISTEZA

O que outrora foi uma glória e faz parte da história do surgimento da cidade, hoje é um dos transtornos de Presidente Venceslau. A cidade é cortada pelos trilhos da antiga Fepasa. Não se vê mais trens, e sim os trilhos embrenhados no meio do gramado alto e mato. Algo triste e desolador no centro da cidade. A população pergunta: até quando teremos que aguentar isso?

DISCUSSÃO DA SEMANA

Listas de transferência foram os assuntos da semana em Presidente Venceslau e cidades ao redor. O governo do Estado mudou de repente o funcionamento da Lista Prioritária de Transferência para agentes penitenciários visando formar o quadro que atuará no CDP2 (Centro de Detenção Provisória) de Caiuá’, que deverá ser aberto no mês de novembro. Agora o que manda é a Lista Prioritária de Transferência.

INDIGNAÇÃO E PROTESTOS

Até um protesto foi feito na terça-feira passada de frente à P1, Penitenciária Zwinglio Ferreira, com a presença de agentes penitenciários que se acharam prejudicados pela LPTE. Muitos deles estavam aguardando há tempo a abertura do presídio para se transferir e as regras das novas medidas tiraram alguns da lista. A Secretaria de Assuntos Penitenciários conversou com sindicatos e estuda um meio de resolver o problema.   

ASSUNTO NA CÂMARA

A tal lista de transferência acabou sendo assunto para a maioria dos vereadores de Presidente Venceslau. Na sessão ordinária de terça-feira, o vereador João Paulo Arfelli Rondó (PSD), que é um dos agentes penitenciários que busca a transferência, mostrou-se preocupado e surpreso com a mudança de regras e postura do Estado quanto à questão. Recebeu a solidariedade de outros vereadores.

FUTEBOL SOCIETY

Em Presidente Venceslau, estão sendo realizados dois campeonatos simultâneos de futebol society. Um para atletas acima de 45 anos, com seis equipes, e o outro de modalidade livre com 10 equipes. Os jogos são em campos diferentes da cidade, nas segundas, quartas, quintas e sextas-feiras, reunindo equipes de clubes e associações. Começou na quarta-feira passada.

DEFESA DOS ANIMAIS

Na última sessão ordinária da Câmara Municipal de Presidente Venceslau, a presidente da Câmara, Lucimara da Silva Dias (PV), reclamou de pessoas que vêm utilizando as redes sociais para atacar a ADAPV (Associação de Defesa dos Animas). Falou que fazem isso para atingi-la, pois mantém auxílio à ONG (organização não governamental). “Uma pena que as pessoas usem deste expediente para atacar algo tão bonito e benéfico para os nossos animais”, disse.  

Veja também