Fora de casa, Grêmio Prudente pega o Assisense, nesta quarta

Com a vitória de ontem, contra o Azulão, time prudentino retomou a liderança do Grupo 2 e busca a classificação no próximo confronto

Esportes - DA REDAÇÃO

Data 09/11/2020
Horário 21:38
AI/Grêmio Prudente - Time prudentino comemora mais uma vitória: 2 a 0 diante do Osvaldo Cruz
AI/Grêmio Prudente - Time prudentino comemora mais uma vitória: 2 a 0 diante do Osvaldo Cruz

Na tarde quente de ontem quando os termômetros mediam 38 graus em Presidente Prudente, o Grêmio Prudente e o Osvaldo Cruz entravam em campo pela 7ª rodada da Campeonato Paulista da Segunda Divisão. O time prudentino foi até o Estádio Paulo Constantino, Prudentão com o objetivo de somar mais três pontos, manter a invencibilidade na competição e retomar a liderança do Grupo 2 e, logo nos primeiros 15 minutos de jogo, conquistou todos esses feitos. O jogo terminou em 2 a 0 para o time da casa.
Aos seis minutos do primeiro tempo, Pelé foi derrubado na área por Wilton. Luquinha, o artilheiro do Grêmio Prudente até o momento, converteu o pênalti e abriu o placar. Depois, aos 12 minutos, o zagueiro Matheus Felipe acertou um cabeceio no ângulo oposto do goleiro adversário, após uma cobrança de escanteio de Romarinho, e fechou a contagem de gols para a partida.
Com o resultado positivo, além da conquista dos outros objetivos citados acima, o time prudentino deixou encaminhada a classificação para a próxima fase, que pode acontecer no jogo contra o Assisense, na partida marcada para esta quarta-feira, às 15h, em Assis (SP).

Análise do jogo

Com algumas mudanças já no time titular, o técnico Ademir Fesan decidiu poupar o jogador Garagau, que vinha numa sequência de jogos, e optou pela entrada do outro lateral-esquerdo, Glécio.
Para ele, a mudança surtiu efeito positivo. “O Garagau foi poupado. É sempre bom repensarmos algumas funções nos jogos, isso porque jogadores da posição dele, quando tem uma sequência muito forte, correm o risco de ter lesão. O ponto positivo foi que o Glécio entrou muito bem, principalmente pelo fato de não ter sido nem relacionado para as partidas anteriores”, afirma.
Sobre o jogo ter sido resolvido nos primeiros 15 minutos, Fesan admite que essa era uma das estratégias que vinham tentando ser aplicadas. “A gente tem cobrado muito deles, de impor esse ritmo desde o início e concluir em gol. Nós vínhamos fazendo bons inícios de partida, com a marcação bem encaixada, posse de bola, mas não estavam acontecendo os gols. No jogo acabou encaixando, saíram os gols, e a gente só administrou o resultado”, destaca.
Apesar do time ter se encaixado bem no primeiro tempo, na segunda etapa recuou mais do que o necessário. Isso, para Fesan, teve significado positivo, já que mostrou que o setor defensivo estava trabalhando bem. “Não era estratégia recuar como recuamos, mas o jogador às vezes tem essa sensibilidade. Foi bom porque vimos todo o setor defensivo muito bem, com as linhas próximas e bem compactado”, enfatiza.
Para a próxima partida, diante do Assisense, na quarta, o treinador espera apenas uma conquista. “Temos que ganhar para oficializar a nossa classificação, pelo menos matematicamente”, finaliza.




 

Veja também