Grupo prudentino lança canal de videoaulas

PRUDENTE - ANDRÉ ESTEVES

Data 07/01/2017
Horário 09:45


A internet é uma ferramenta eficaz para o complemento dos estudos e oferece uma gama de possibilidades aos que buscam outros campos de conhecimento além dos cadernos e livros didáticos. Justamente com o propósito de sair dos métodos tradicionais e inovar a forma de fazer educação, sete professores do Colégio São Paulo de Presidente Prudente – os Catedráticos Supernos – criaram um canal no Youtube que visa esclarecer temas requisitados em concursos, vestibulares e Enem (Exame Nacional de Ensino Médio) de forma dinâmica e bem-humorada. O canal "Não perca a cabeça" foi criado há pouco mais de um mês e já ultrapassa 950 inscritos e 4,9 mil visualizações nos oito vídeos publicados, que trataram sobre química, atualidades, história, geografia, física e matemática.

Jornal O Imparcial Professor Leandro Leal faz parte dos Catedráticos Supernos

De acordo com o professor Leandro Leal, a iniciativa surgiu após perceber que muitos canais de videoaulas presentes no Youtube seguem o modo tradicional de ensino, com os professores diante de uma lousa e falando por muito tempo, sem prender a atenção dos alunos que assistem. "Nosso intuito foi romper com isso e colocar o professor conversando de forma bastante informal com a câmera", expõe. Segundo ele, até o momento, os temas discutidos foram selecionados pelos próprios professores conforme a sua relevância em vestibulares, no entanto, devido a muitos pedidos, as próximas videoaulas devem trazer temas sugeridos pelos usuários. "Inclusive, vamos pedir que eles escrevam suas sugestões para próximos temas na seção de comentários de cada vídeo", denota.

Em relação ao que vem de novo no canal, Leandro aponta que o grupo está preparando paródias musicais para tornar os conteúdos mais divertidos. Uma delas, a propósito, vai tratar o clássico conflito entre estudantes de humanas e exatas, adianta o educador, que junto aos outros envolvidos é responsável pela produção e filmagem de todos os vídeos, exceto a edição, que fica a cargo de outra pessoa.

O professor Heitor Ribeiro é um dos participantes do grupo e já conseguiu um feito de grande contribuição após sua videoaula "A evolução da internet", no campo das atualidades, coincidir de abordar o mesmo assunto proposto pela redação do vestibular da Unoeste (Universidade do Oeste Paulista) poucos dias depois. "Assim que saíram da prova, aqueles que tinham visto o vídeo me mandaram mensagens agradecendo. É esse tipo de coisa que motiva. Aula de atualidades é um projeto que já tenho há alguns anos, trabalhei na escola pública e ainda trabalho num grupo de mulheres, o Bem Viver, portanto, hoje tenho mais de 100 temas para utilizar e escolhi de primeira um que cairia. Foi bacana", avalia.

Embora o canal "Não perca a cabeça" seja um projeto novo, o trabalho dos Catedráticos Supernos – que significa professores superiores, não no sentido de serem os melhores, mas de buscarem a inovação – não é. Leandro destaca que o grupo, nascido em junho deste ano, já promoveu, durante o segundo semestre, aulões preparatórios para o Enem em quatro cidades da região – Prudente, Presidente Epitácio, Presidente Venceslau e Dracena – e um stand-up educacional três dias antes do exame, em que os docentes usaram fantasias para divertir o público e tranquilizá-lo para o fim de semana de provas. "O objetivo é repetir os stand-ups no ano que vem e vamos utilizar o canal para divulgar as datas", ressalta.

As atualizações no canal "Não perca a cabeça" ocorrem todas as terças-feiras. As videoaulas e outras publicações podem ser encontradas na fanpage do grupo (facebook.com/naopercaacabeca).

 

Veja também