Homem é preso e 30 veículos são apreendidos em Pirapozinho

REGIÃO - Bruno Saia

Data 10/08/2016
Horário 11:00
 

Uma operação policial foi realizada ontem, em Pirapozinho, em parceria com a Secretaria de Estado da Fazenda, e levou à prisão em flagrante de um homem, suspeito de utilizar documentos falsos, e também à apreensão de 30 veículos (carros e motos). O trabalho foi comandado pela delegacia da cidade, com o apoio operacional de policiais da DIG (Delegacia de Investigações Gerais), Dise (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes), GOE (Grupo de Operações Especiais), CPJ (Central de Polícia Judiciária) e das delegacias seccionais de Presidente Prudente, Presidente Bernardes, Iepê e Rancharia, além de fiscais da secretaria.

Jornal O Imparcial 30 carros e motos sem documentação fiscal foram apreendidos

De acordo com os policiais, a ação teve como objetivo combater fraudes em financiamento de veículos e crimes tributários. As investigações começaram há pouco mais de 15 dias, quando um suspeito foi preso em flagrante por uso de documentos falsos, com a intenção de adquirir um financiamento de veículo que seria fraudulento.

As investigações apontaram que o suspeito teria agido em conjunto com um garagista e contado ainda com o auxílio de uma terceira pessoa de quem recebeu os documentos falsos. O delegado Marcelo Costantini, responsável pela ação policial, representou pela decretação da prisão preventiva do garagista e pela expedição de dez mandados de busca e apreensão em estabelecimentos comerciais que vendem e alugam veículos.

Durante os trabalhos foi cumprido o mandado de prisão temporária do principal integrante da quadrilha, apreendidos documentos e objetos que comprovariam diversos crimes e possibilitaram a identificação de mais um integrante do grupo criminoso. As investigações prosseguem com base nos dados e informações obtidos.

 

Crimes tributários

Os agentes da Secretaria da Fazenda estiveram presentes durante a operação, com a intenção de apurar crimes tributários, além da locação de veículos sem que fossem cumpridas as exigências legais. De acordo com o órgão, a ação pretendia "verificar a regularidade da situação fiscal de três estabelecimentos em Pirapozinho, que estavam com as inscrições estaduais suspensas por falta de envio de informações fiscais". Os 30 veículos apreendidos estavam sem documentação fiscal e os proprietários foram notificados e devem apresentar livros e documentos para dar continuidade à ação fiscal.

 

Veja também