HRCPP realizará a 1ª hepatectomia videolaparoscópica da região

Será também a primeira vez que o hospital utilizará o protocolo internacional do uso da verde indocianina por fluorescência para cirurgia de fígado

PRUDENTE - DA REDAÇÃO

Data 12/07/2020
Horário 05:55
Geraldo Siqueira e Rafael Mello durante a primeira cirurgia de retirada de tumor no fígado da instituição, em maio deste ano Foto: Geraldo Siqueira e Rafael Mello durante a primeira cirurgia de retirada de tumor no fígado da instituição, em maio deste ano

Nesta segunda-feira, o HRCPP (Hospital Regional do Câncer de Presidente Prudente) realizará a primeira hepatectomia videolaparoscópica da região. Será também a primeira vez que o HRCPP utilizará o protocolo internacional do uso da verde indocianina por fluorescência para cirurgia de fígado.

A cirurgia será realizada por Rafael Mello e Geraldo Siqueira – cirurgiões do Departamento de Cirurgias Digestivas do HRCPP - junto a uma equipe multiprofissional: anestesistas, enfermagem e profissionais da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) que estão envolvidos no protocolo da verde indocianina no pré-operatório.

Atualmente, no Estado de São Paulo, poucos centros realizam esse tipo de procedimento via SUS (Sistema Único de Saúde), como o A.C Camargo Cancer Center, Icesp (Instituto do Câncer do Estado de São Paulo) e também o Unicamp (Centro da Universidade Estadual de Campinas).

Segundo Rafael, a realização desse procedimento representa um grande avanço para a região e para a população. “Ofereceremos um tratamento de ponta, como é feito nos maiores centros de cirurgia de fígado do mundo. Ou seja, pacientes do SUS contarão com esse avanço no tratamento”, explica.

O cirurgião conta que essa é uma cirurgia “excepcional, visto que um procedimento desse nível demanda materiais de alto custo”.

“Esse procedimento será realizado pelo SUS, contudo, a cobertura dos materiais não é prevista na Tabela SUS. Para a realização dessa cirurgia, estamos recebendo a doação de materiais videolaparoscópicos do Grupo Empório Saúde, por meio do representante Renato Vieira Magalhães”, conta Rafael.

Em relação à periodicidade da realização desse tipo de cirurgia no HRCPP, Rafael explica que, no momento, não há como prever esse número.

“Nós gostaríamos que a partir de parcerias e projetos, nós possamos manter uma recorrência e uma estatística mensal desse tipo de cirurgia no HRCPP. Entretanto, no momento, isso não será possível em razão da falta de recursos financeiros”, finaliza Rafael.

 

Estado libera assinatura de convênio com HRCPP

HRCPP realiza 1ª neurocirurgia da instituição

Paciente que inaugurou o funcionamento da UTI do HRCPP recebe alta

Veja também