Juntos somos mais fortes!

EDITORIAL - DA REDAÇÃO

Data 30/01/2022
Horário 05:25

O Hospital de Esperança de Presidente Prudente é um grande orgulho para a população regional. Ele é fruto do empenho e dedicação de toda a comunidade, que contribui com doações desde que a instituição era apenas um projeto. São milhares as pessoas que se beneficiaram e que se beneficiam dos atendimentos prestados pelos excelentes profissionais comprometidos com o hospital, e claro, com sua causa, que é tratar de forma digna e humanitária os pacientes acometidos pelo câncer. Isso sem contar a estrutura oferecida pelo HE, e sua tecnologia de ponta.
No entanto, para que o hospital consiga manter os serviços disponibilizados gratuitamente à população de toda a região, e até mesmo de Estados vizinhos, novos e importantes passos foram tomados nesta semana. Infelizmente, os repasses públicos são insuficientes para arcar com os atendimentos ofertados, e o hospital vem passando por uma crise, com déficit mensal que gira em torno de R$ 2,2 milhões. Desta forma, o HE firmou um contrato com a Unimed Prudente, e, a partir de 1º de fevereiro irá atender por meio do convênio médico. Será um aporte financeiro a mais para a instituição, que poderá ampliar os atendimentos a mais pacientes, sem reduzir os serviços prestados gratuitamente por meio do SUS (Sistema Único de Saúde).
Já nesta sexta-feira, uma importante reunião foi realizada no auditório do Hospital de Esperança, entre a presidência da entidade e membros da Unipontal (União dos Municípios do Pontal do Paranapanema). Neste encontro, o presidente do HE, Felício Sylla, apresentou uma proposta aos prefeitos regionais, na verdade, um pedido de colaboração com o hospital, dentro das possibilidades de cada município. A sugestão é que a ajuda seja proporcional à divisão entre número de pacientes por número de habitantes dos municípios atendidos. Nada mais justo. Todos nós, nossos familiares, amigos, conhecidos, poderemos um dia precisar de um dos tratamentos oferecidos pelo Hospital de Esperança. Com certeza você já conheceu ou conhece alguém que já tratou ou trata de um câncer na instituição.
Precisamos nos unir mais do que nunca. Juntos somos mais fortes!

Veja também