Maestrina luta pela música coral

Sinomar

Ana Rita Chizzolini, do Coral Vozes Prudentinas e Coral Feminino Apampesp de Presidente Prudente

COLUNA - Sinomar

Data 26/09/2020
Horário 05:25
Professora Ana Rita Chizzolini : “Fazemos o máximo para que a música coral não sucumba diante das dificuldades”
Professora Ana Rita Chizzolini : “Fazemos o máximo para que a música coral não sucumba diante das dificuldades”

Professora Ana Rita Chizzolini foi informada essa semana pela Sociedade Brasileira de Artes, Cultura e Ensino, que seu nome foi escolhido para receber a comenda da Ordem de Mérito Cultural Maestro Carlos Gomes, dia 29 de outubro, em São Paulo.
Formada em Piano e Flauta Transversal pelo Conservatório Municipal Profª. Jupyra Cunha Marcondes de Presidente Prudente e licenciada em Música, com especialização em Música Brasileira, pela Universidade Anhembi/Morumbi, a professora Ana Rita também tem em seu currículo cursos de regência coral e orquestral, análise interpretativa e composição com o professor Roberto Schnorremberg, Roberto Farias, Dario Sotelo, Mara Campos, Marcos Leite, Pablo Trindade, entre outros. 
Participou do Simpósio Internacional de Música Sacra e Cultura Brasileira na cidade de São Paulo. Também do Festival de Inverno de Campos do Jordão (Núcleo Tatuí) em 1994 e 1995, onde estudou regência de Banda e Orquestra com o maestro Dario Sotelo. Em 1997 e 1999, participou do Festival de Musica Espanhola, na classe de Polifonia, em Santiago de Compostela (Espanha). Estudou Ópera e Cultura Italiana na cidade de Perugia (Itália - 2001) e Musica Antiga e Medieval em Urbino (Itália - 2004 ).Participou do IV Seminário de Direcciòn Coral em Montevideo  (Uruguai - 2008).
Ministrante do curso “Movimento, Corpo e Voz” no Sesc Thermas de Presidente Prudente e no Encontro Nacional de Corais em Poços de Caldas-MG (2009, 2010 e 2011).
É professora aposentada da Escola Municipal de Artes Jupyra Cunha Marcondes. Mas continua ministrando cursos de formação para professores e maestros na cidade de Presidente Prudente e região, além de trabalhar como regente do Coral Vozes Prudentinas e Coral Apampesp de Presidente Prudente.
Ela disse que tem trabalhado bastante, mesmo durante a pandemia, através de aulas com vídeo e gravações de mosaicos (vídeos gravados de casa individualmente que depois são juntados para um vídeo final). “Mesmo nestes tempos onde o ensaio presencial não é possível, estamos mantendo nossos ensaios e participando de encontros virtuais de corais”, explicou. Neste mês, seu grupo participou do Encontro Amazonas de Corais. Em outubro, estarão no Encontro de Corais de Taubaté e, em dezembro, no Encontro de Músicas de Natal na Paraíba. 
“Estamos fazendo o máximo para que a música coral não sucumba diante destas dificuldades que estamos enfrentando. Temos esperança de voltar aos ensaios normais no próximo ano. Contanto que tenhamos segurança e liberdade para realizar nossa música novamente”, concluiu. 

RAPIDINHAS
....
Uniodonto já tem 48 anos de atuação no Brasil, e comemora sua presença, há 26 anos em Presidente Prudente.
...
MPT conclui que trainee para negros é reparação histórica.
...
O Carim realiza hoje mais uma edição do Yakisoba Drive-Thru e agradece a todos que adquiriram os convites, empresas parceiras e voluntários.
...
Caixa lança nova modalidade de loteria – Super Sete. O primeiro sorteio é em outubro.
...
Apea, comemorando 84 anos.
...
Tributos federais do Simples Nacional voltam a ser cobrados em outubro.
...
Ponto final: Aponta pra fé, e rema.

Veja também