Marcia Regina: 31 anos dedicados aos esportes

Prestes a se aposentar, professora de natação da Semepp é a homenageada do Memória Esportiva de hoje

Esportes - OSLAINE SILVA

Data 14/07/2020
Horário 06:08
Arquivo pessoal - Marcia comanda uma turma de hidroginástica na Apea Foto: Arquivo pessoal - Marcia comanda uma turma de hidroginástica na Apea

A esposa de Carlos Alberto Machado; mãe de João Vitor, 26 anos, Beatriz, 22, e Manuela de 13, é a personagem de hoje do projeto Memória Esportiva da Semepp (Secretaria Municipal de Esportes de Presidente Prudente), que nasceu exatamente em meio a essa pandemia da Covida-19, sendo necessária a suspensão de todas as atividades da pasta. Estamos falando da professora de natação, que está prestes a se aposentar, Marcia Regina Brambilla Machado, e faz parte do quadro de funcionários da secretaria desde 1989, quando ainda era denominada Amepp (Autarquia Municipal de Esporte). São 31 anos dedicados aos esportes!
Embora nunca tenha competido, Marcia - que sempre gostou de esportes, praticando várias modalidades - acabou escolhendo a faculdade de Educação Física, a qual conclui em 1991, na Unesp (Universidade Estadual Paulista), campus de Presidente Prudente.
Ela iniciou na pasta como monitora  de vôlei no polo que ficava na Praça das Andorinhas na Cohab. Dois anos depois, convidada pelo professor Ernesto Pinto Rodrigues (in memoriam), coordenador das escolinhas, começou a dar aula de natação no pólo do Jardim Brasília. Na sequência, na Unesp e também no Sesi (Serviço Social da Indústria). “Aqui estou até hoje! Estamos aguardando o retorno das aulas, pois é o que mais amo fazer nessa vida. Trabalho com alunos acima de 6 anos até adultos, ou seja, da adaptação até a iniciação, além das turmas formadas de natação. Tenho também uma turma de hidroginástica maravilhosa, na Apea (Associação Prudentina de Esportes Atléticos)”, expõe Marcia.

Reconhecimento e gratidão sempre

Amando o que faz, a professora Márcia ressalta total gratidão a muitas pessoas nesses anos de trabalho. Em especial ao professor Ernesto, que confiando em seu trabalho, lhe deu a oportunidade. “Ele foi uma pessoa maravilhosa que sempre deu respaldo para desenvolvermos  nosso trabalho da melhor forma possível. Assim como nosso atual secretário, Claudinei Quirino, vem fazendo juntamente com nosso coordenador de escolinhas, Márcio Rodrigues. Aos meus companheiros de piscina, Suzana Campos e Edmilson Coelho, obrigada por tudo!”.

Sentimento de dever cumprido

Não se imaginando longe das piscinas, Marcia diz que quando a aposentadoria chegar, quer estar bem e com saúde para curtir a nova fase da vida com sua família. “A verdade é que tenho a sensação do dever cumprido. Cada vez que vejo um dos nossos alunos se destacando, subindo em pódios, me enche de orgulho e me motiva para fazer mais e mais atletas”.
Filho de peixe peixinho é! Dois dos filhos da professora escolheram a carreira de atleta de natação. João Vitor conquistou vários títulos, como vice-campeão brasileiro e vice-campeão paulista, na prova dos 1.500 metros livre; campeão nos Jogos Regionais; medalhista em Jogos Abertos; e campeão da Travessia dos Bombeiros, em Jacareí. E Beatriz, com uma carreira mais curta, também ganhou várias medalhas defendendo as cores de Presidente Prudente, sendo uma delas por ser campeã paulista no estilo borboleta, aos 11 anos.
“O João e a Bia iniciaram na escolinha comigo e depois passaram para a equipe de treinamento comandada pelo técnico Elvancir Pereira do Nascimento, o Pepe, pelo qual temos muito carinho e gratidão. O segredo para a realização pessoal e profissional é: tenha responsabilidade e amor pelo que faz, supere os desafios dando o melhor de si sempre e enfrente as dificuldades que surgirem. A verdadeira motivação  vem da realização do desenvolvimento pessoal, da satisfação e do reconhecimento”, agradece Márcia Machado. (Colaboração Marcos Chicalé)

Foto: Arquivo Pessoal

Com o esposo Carlos Alberto e os filhos João Vitor, Beatriz e Manuela

Veja também