Mutirão contra leishmaniose entregará 230 coleiras repelentes no Monte Carlo

Acessório ajuda a repelir o mosquito-palha, transmissor da doença; ação começou neste bairro por possuir maior incidência da zoonose

PRUDENTE - DA REDAÇÃO

Data 11/02/2021
Horário 18:17
Foto: Marcos Sanches/Secom
Ação também conta com coleta de sangue, chipagem e vacinação
Ação também conta com coleta de sangue, chipagem e vacinação

Com a proposta de intensificar o controle da LVC (Leishmaniose Visceral Canina), foi iniciada nesta quinta-feira uma ação no Residencial Monte Carlo, em Presidente Prudente, que deve resultar na entrega de 230 coleiras para cães, visando repelir o mosquito-palha, transmissor da doença.

As coleiras repelentes fornecidas são específicas para cães de grande e de pequeno porte. A intenção é implantar a coleira em todos os cães do bairro, conforme levantamento prévio em relação à quantidade de animais do Monte Carlo.

A ação, realizada pelo CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), ainda conta com a coleta de amostra de sangue do animal para exames, chipagem, vacinação contra raiva, além de orientações nas residências a respeito da limpeza dos quintais.

De acordo com o CCZ, ação é iniciada no Residencial Monte Carlo por ser um bairro com maior número de casos LVC, conforme balanços apresentados nos últimos anos.

Após a conclusão deste bairro, o CCZ pretende iniciar um trabalho semelhante de bloqueio da doença no Conjunto Habitacional Jardim Humberto Salvador.

Veja também